29 de fev de 2012

Sai pra lá com seu SER que meu TER está passando!

Como eu falei na postagem "Parangolés, desabafos e afins... parte 2!", estou lecionando super longe de minha residência, no período vespertino. Porém, já não estou mais com todo aquele cansaço que postei na publicação citada anteriormente, mas uma coisa que ainda está me matando é o tal trânsito. Se não bastasse ele ser caótico por conta da quantidade de veículos que circula, ainda temos algumas pessoas que dirigem/pilotam pelas ruas com seu jeito imponente, apresentando seu "carrão" e sua "motona" no estilo "ei, não viram que o rei está chegando? Saia, reles mortal!".

Pois é, ontem foi um dia desses. Estava eu(a reles mortal) em minha moto, naquele trânsito terrível e um "carrão" entra de uma vez na avenida hiper movimentada, ultrapassando o sinal vermelho em pleno horário de pico, buzinannnnndo e "embicando" seu "cavalo de aço", se achando o próprio "coronezim do asfalto" com um risada sem vergonha estampada no rosto! Eu, com minha Moto Cross(minha humilde XTZinha) precisei frear bruscamente para não bater no desgraçado!!! Pensei que iria cair! Buzinei com uma fúria horrorosa! Fiquei tãããão irritada e assustada que senti vontade de gritar de raiva. Ele percebeu minha raiva e riu mais ainda.
Confesso que falei alguns palavrões que se minha mãe ouvisse ficaria espantada, me daria umas palmadas e mandaria lavar a boca com sabão. Não se preocupem, não falei diretamente para o motorista... eu "gritei baixinho". Respirei fundo e "tentei" me controlar. Cheguei em casa muito chateada e a primeira frase que eu disse foi "esse trânsito está acabando comigo!!!".

Sinceramente, ontem, depois de todo o estresse no trânsito, pensei seriamente em pegar minha "capanga", correr pra roça e viver no meio do nada. PQP!!!!!!Nessas horas eu tenho uma vontade louca de mudar para um cidadezinha bem pacata, com uma rua só!rs Mas aí eu lembro que GynHellCity(termo carinhoso que eu utilizo para Goiânia) é minha cidade do coração e não tenho vontade de mudar. Sendo assim, o jeito e aguentar o tranco e conseguir "peneirar" essas situações.  
 
Caramba!! Essa situação me fez recordar um episódio que aconteceu há quase dois anos quando estava indo para a escola que leciono na parte da manhã e um "fiiidumaéééégua" entra sem nem olhar, na avenida, com sua caminhonete(com o mesmo ar de "eu sou o dono do mundo", que o cabra que citei acima) de forma que precisei jogar a moto para a contramão(a sorte é que não vinha veículo algum). 
Quando parei no sinaleiro, bem do lado do "fiiidumacatilanga" ele joga um olhar cretino pra mim, dá uma batidinha na porta do seu "carrão" e diz algo mais ou menos assim "Foi mal! Você sabe, né? São meus cavalos de potência!". WhaTheFuck??? Quem me conhece, sacoméééé Joicynha aqui! Tirei o capacete(não, eu não joguei nas "fuças" dele), dei uma olhada pro "benedito", joguei uma risadinha e disse com toda tranquilidade do mundo(apesar da raiva me consumindo), mas, também com toda ironia que eu consegui colocar para fora "Claro que sei! Mas, da próxima que você vier com seus 'cavalos' pra cidade, lembre-se que aqui não é sua roça. Passar bem!"... Nunca me esquecerei desse "doce" diálogo! Confesso que quando terminei de falar me bateu um medo do cara "revidar" e jogar os cavalos... ops... os cachorros em cima de mim. Foi muito rápido e só lembro do moço que estava no carro do lado "soltar" a maior "gargalhada". Coloquei o capacete, cheguei a moto mais pra frente, esperei o sinal abrir e fui me embora. Se olhei, pra conferir com que cara o rapaz ficou? Que nada!!! 
 
Claro que em sã consciência eu jamais falaria isso. Mas, tem horas que o estresse toma conta da gente. PuRaQueParTiu!!!!!  Quando cheguei à escola e relatei o acontecido, uma de minhas colegas falou algo que me chamou atenção "Joicy, esse é aquele tipo de gente que se comporta com atitudes prepotentes, sempre com o ar de 'dá licença com seu Ser que o meu TER está passando!' e infelizmente existem mais pessoas assim do que possamos imaginar". Desde então, nunca mais me esqueci dessa expressão. E não é a mais pura verdade? Infelizmente sim! 


 Então, esse é meu desabafo!

Fico por aqui...

Câmbio, desligo!

100 comentários:

  1. rssssssss...desabafar faz bem e tem gente nojenta assim mesmo..

    Se acham !!! tenho uma bronca disso!!! Fizeste bem em responder...Mesmo que seja perigoso atualmente, mas não consigo levar desaforos pra casa também... beijos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato... é bom desabafar! rs... ah, tem um povo que pensa ser melhor que todo mundo, Chiquinha! Eu tento me controlar, mas tem horas que não dá! rs

      bjks

      Excluir
    2. Eu utilizo uma biz para ir ao trabalho, e mesmo aqui sendo uma cidade relativamente pequena, passo por alguns sustos. Entendo sua indignação, e no seu lugar teria respondido ao motorista que citasses, da mesma forma, eheheh..
      A gente mantém a calma aparente, mas que dá raiva, dá.
      Bom final de semana!

      Excluir
    3. Com certeza... muito susto que levamos diariamente! De fato, acabamos nos contendo, pois se fossemos revidar tudo o que nos fazem, sairíamos nos matando uns aos outros, né?

      O jeito é tentar se controlar!

      bjks

      Excluir
  2. Querida,

    Boa noite! Estou aqui também rindo aos litros porque hoje fui trancada por um tranqueira dessa espécie. Depois de lembrá-lo que ele não era o dono da rua, fiquei também com a neura do cara se meter a besta. Moro em Maceió e aqui se mata como se toma água e o mais seguro é virar paisagem.

    Beijos.

    Lu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, Luzinha, o jeito é a gente colocar uma pitada de humor, pq senão enlouqueceremos, né? rrsrsrs... sassinhora, a coisa aí é "braba" assim?

      Valeu, queridona!

      bjks

      Excluir
    2. Oi Joicy e Luciana, tudo bom?

      Eu ri alto com suas “criticas humoradas” Joicy. Rsrsrs e falando dessa situação que é a jornada no transito eu já posso imaginar, até porque quando vou a Maceió com meu Pai e passamos pela Fernandes Lima em horário de “pique”, diga aí Luciana? Kkkkkk É o Terror! Álias, não sabia que você residia em Maceió Luciana... “É bom saber que tem uma Blogueira aqui pertinho de São Miguel dos Campos, minha cidade!! lol. :D Abraços pras duas...

      Excluir
    3. Então são vizinhos, Brandon? Legal... rsrsrs... ahhhh, pra mim os horários de pico são para matar de raiva. O pior de tudo são as bizarrices que somos obrigados a assistir! Aff...

      Ainda bem que o final de semana chegou, para dar uma aliviada!

      bjks

      Excluir
    4. kkk Tão vizinhos não, mais pode se dizer que moramos um pouquinho perto um do outro.. ^^

      Excluir
  3. Olá Joicy, acho que estou meio imune a este mal terrível... o máximo de estresse que o transito tem me causado é quando o ônibus atrasa ou eu o perco... (vida de desmotorizado também tem suas agruras). Acho que já devo ter lhe dito que não conseguir tirar minha CNH, foram 4 ou 5 paus nos exames de rua (por aqui isso é quase uma máfia, se você não molhar a mão dos examinadores eles dificilmente te passam), enquanto vou seguindo o modelo politicamente e ambientalmente correto: Viação marcha canela e transporte coletivo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu querido, vc está temporariamente imune, pois tenho certeza que conseguirá sua CNH. Poxa, ams que coisa mais feia essa máfia aí, heim? Parece coisa de outros tempos!!! Mas, é bem verdade que isso ainda acontece mesmo... um horror! Viação marcha canela? kkkkkkkkkkk... dicupaíííí, não contive as gargalhadas!!!

      bjks

      Excluir
  4. Olá!Boa noite!
    Eu sei bem o q vc está falando, porque a maior parte da minha profissional, vivi em.......SAMPA! então,imagine...como é foi o stress!
    Tinha um "cara" vizinho com um carrão de sei lá quantos cavalos, e praticamente saiamos juntos para o "trampo" ...eu, com meu fiat mille e ele com o carrão dele... nas avenidas, ele ficava atrás de meu carro, buzinando e
    falando: vou passar em cima de seu carrinho, com meus sei lá quantos cavalos...isto me irritava! Até que um dia, o carro dele passou por mim,com uma velocidade danada , derrapou e caiu de uma ponte...ficando mergulhado, no rio...ele, nervoso,gritava: ei, não vi me ajudar não....e eu disse: ué,agora, ou vai terminar de dar água para seus não sei quantos cavalos, rsrs
    Brincaderinha, rsrs
    Boa quinta!
    Beijos carinhosos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... eu ri para não chorar, Felisberto... poxa, esse seu vizinho era um verdadeiro asno, heim? Se encaixa bem no título da postagem... ahhh, nem!!

      bjkssss

      Excluir
  5. Joycinha.... respira..conta até dez.....relaxa...

    Sou Ma Zen no transito...
    Quer passar?
    passa...
    ta com pressa?
    passa...
    Quer ser grosso?
    seja...
    á com deus..
    E os motoqueiros ( hihi..não é o seu caso ) que vem com aquele bibi...sai da frente.

    Ja meu marido....esse sim..me estressa. Ele me stressa..pq fica nervoso..
    fala sozinho..rsrsr e quem escuta?
    eu e a Bruna..pq se ele falar direto ó que ele fala no carro...acho que ele apanha..rsrs
    Mas é fogo.
    Transiro em São Paulo é o inferno aqui na terra.

    Mas sempre calma? lembra..respira...... rsrs

    te amo...beijinhod

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mazinha, meu marido que é o calmo da relação! hahahaah... tipo assim, ele pode até verbalizar algumas coisas "insanas", mas nunca buzina ou fala poucas e boas para os motoristas e motociclistas que passam por ele. Certa vez, antes de eu começar a pilotar(não sei dirigir carro... só ando de moto), quando eu andava com ele de carro fiz um comentário do tipo "não entendo para que serve essa buzina"... não tá vendo que tem uma anta na sua frente? Buzina pra espanta-la..." Ele me deu uma lição de moral, dizendo que buzina existia para alertar e não para irritar e blablablabla... foi então que, quando comecei a enfrentar o trânsito, compreendi. Não tem coisa mais irritante que buzina e eu só uso-a em casos extremos. Foi então que aprendi a tentar ser mais calma no trânsito e de fato, consigo ser... mas, tem dias que não dáááá! hahahah

      bjks

      Excluir
  6. É Joicy aqui em Ita (nome carinhoso) da minha cidade não tem esse problema exceto em Janeiro e no Carnaval, como eu te disse no outro post. Aqui não tem nem semáforo, vc acredita? É muito tranquilo, tanto que o Dani passou na escola de música de São Paulo (eu sei que vc sabe), mas a gente não tem a mínima vontade de mudar prá Capital, sê tá loca de mudar prá lá, ô povo estressado (kkkkkkkk), a gente vai dar outro jeito, a gente vai ficar subindo e descendo. Eu deixo meu carro no estacionamento do mercado em frente ao Fórum, e na sexta de carnaval ainda estava cheio de turistas, o cara me sai pela entrada do estacionamento, eu tinha deixado os meninos doentes em casa, então tava com a cabeça nas nuvens, eu sei que estava errado, mas ele também, dei ré sem olhar no retrovisor, dei uma encostadinha no carro dele, e o meu carro tem carretinha. O cara saiu bem louco, imagino que igual a vc (kkkkkkk), mas vc tinha razão, eu quis dialogar com ele, ele saiu cantando pneu. Eu fiquei parada, ele estacionou o carro e voltou, eu pensei que ele iria bater em mim. Daí eu falei calmamente que eu era moradora de Itanhaém, trabalhava no Fórum e iria pagar o estrago (que nem era grande, só um amassadinho), ah mas o carro dele era um Vectra zero. O cara desmontou, pediu até desculpas, falou que estava acostumado a ter prejuízos. Me desculpem os amigos paulistas aí, mas deve ser na terra dele, porque eu dei meu e mail e meu telefone prá ele, não tô dizendo isso prá me engrandecer, só prá ilustrar como eu te falei sobre o carnaval, a cidade fica intransitável, mas eu tinha que trabalhar. É inacreditável, eu bati num turista (kkkkkkkk) e mau humorado, se fosse daqui, a gente resolveria na hora, é todo mundo conhecido. Eu amo essa cidade. Bjão. Lú Souza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que situaçããão, Lu! Ah, mas no final das contas ele deve ter ficado com vergonha de ter sido desaforado com vc, né!? Geralmente cidades turísticas são assim... tipo, quando chega alta temporada o povo sai das grandes cidades e chegam chegando com tudo. Pena que não esquecem de deixar o estresse para trás tbem...
      bjks

      Excluir
  7. Joicy sobre o segundo caso, que merda foi essa que o cara falou para você!!! "Foi mal! Você sabe, né? São meus cavalos de potência!". FDP!!! Acho que eu tinha falado tantos palavrões. E na minha cabeça eu estaria socando ele várias e várias vezes! rs Como eu sempre digo: jogo muito CS para aliviar a raiva e não sair por aí matando as pessoas!

    Pois é. Realmente existem muitas pessoas assim.

    BjO

    http://www.the-sook.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Blake, eu não tive coragem de falar os palavrões. Acho que meu jeito "sereno", porém com toda ironia possível, foi o que o "matou de raiva"... matei na unha! rsrsrs

      bjks

      Excluir
  8. Todo cara que tem carteira de motorista há pouco tempo, anseia por ter o próprio carro e sair por aí tirando onda...
    Mas eu??? Não, muito obrigado!
    É tanta falta de educação hoje nas ruas, que sofremos com o estresse.
    Se não bastasse o risco momentâneo do acidente, ainda ficamos remoendo a raiva pelo motorista cretino que fez a barbeiragem. E essa raiva toda só prejuca a nós mesmos.
    Pra sobreviver ao trânsito hoje, só muita paciência e meditação.

    Tenha uma ótima quinta e cuidado com os predadores do asfalto, rs.
    Até!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. infelizmente tenho que concordar com vc, Angelus... mas, em meu caso, seria inviável não ter condução própria. Eu jamais conseguiria chegar à tempo em meus dois empregos. Sem contar que o transporte público daqui é uma porcaria!

      Terei cuidado... obrigada pelo coment e pelas dicas! ;)

      bjks

      Excluir
  9. É joicy, pelo menos vc ainda tem cabeça de respirar fundo e não sair dizendo tudo o que pensa.... eu tento, mas nem sempre consigo, uma das últimas e que eu não medi as consequências, foi outro dia desses, parei no estacionamento em cima da calçada (estacionamento para os clientes da loja, permitido), e mesmo tendo um suposto "segurança" circulando ali pela calçada, eis que um infeliz (p/ não dizer pior, que é o que penso) resolve parar me fechando. Fui sair, e cadê que eu achava o dono do carro??? Depois de várias manobras tentando tirar o carro (não tinha jeito mesmo), um outro cara tira um outro carro que estava perto, aliviando um pouco p/ eu sair. E logo que saio, eis que do nada, surgem 2 rapazes, novinhos, com cara de idiotas, entram no carro que estava me fechando e saem. Eu acelerei e corri atrás, não sei como, parei no sinal e fiz sinal p/ eles abrirem o vidro, falei um monte de coisas, do tipo: "dessa vez vcs tiveram sorte que eu sai e não fiz nada, mas por pouco eu teria riscado seu carro inteiro, fica esperto p/ não fazer isso mais e se dar mal".... putz, depois que penso no risco que corri. Ainda bem que eram tão novinhos e idiotas, que nem falaram nada mais, apenas concordaram pedindo desculpas, francamente... pronto, desabafei.
    Victoria Christina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vic, que situação mulherr!!!! Aff... é o cúmulo da falta de bom senso!!!!

      Mas, no caso deles, ainda vimos que ficaram envergonhados, mas ainda sim são totalmente sem noção. Ah, tem horas que perdemos mesmo as estribeiras, né? O jeito é sair torcendo para não encontrarmos esses cidadãos em nosso caminho...

      Valeu por vir aqui... tenho curtido muito suas visitas e comentários!

      bjks

      Excluir
  10. E se eles são assim, é porque tem gente que cultiva esse tipo de elemento. Que gostam de inflar o ego dele. E apoia e acha o máximo essa "vida louca".

    Infelizmente, nossas leis de transito são boas, porém, pessimamente cumpridas. Aqui no RS, o cara que atropelou a galera de bicicleta, que foi filmado e percorreu o mundo a imagem, continua solto. Esses um garoto atropelou e matou sei quantos numa praia aqui no litoral, e ainda está em liberdade. O que dizer então de simples barbeiragem. Mas é por essas e outras que dá morte no transito. Por causa das pequenas imprudências.

    É foda!

    Beijão.

    ----
    Site Oficial: JimCarbonera.com
    Rascunhos: PalavraVadia.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. JimZinho, realmente, sempre tem quem acha isso muito normal. Hoje, na reunião de pais, da escola do meu filho, estávamos falando justamente sobre isso. Hoje em dia é normal ser "mal educado"... anormal é ter bom senso. Precisamos repensar tudo isso e por isso é importante observarmos o que temos oferecido para nossos filhos e em que mundo desejamos que eles vivam!

      É uma realidade complicada...

      Sobre as questões que vc citou, infelizmente as pessoas fazem o que querem e ninguém faz nada. o caos está instaurado!

      bjks

      Excluir
  11. Eu fico extremamente estressada quando vejo essas figuras no trânsito, falo palavrão mesmo, mando ir para lugares que minha mãe nunca imaginaria que eu ia falar e olha que eu nem dirijo, hein! Mas é uma falta de prudência que dá vontade de matar um!

    Assim eu, como disse, não dirijo, mas ando de bicicleta e o que me deixa revoltada é o avanço de sinal. Um dia desses quase fui atropelada por um ônibus, foi por pouco! Sorte que eu me liguei que o ônibus não ia parar e me joguei para cima da calçada com bicicleta e tudo. Conclusão: me machuquei e o idota do motorista nem "tchum" para mim.

    Enquanto uns, bons motoristas, dirigem por si e pelo próximo, outros, que é o caminho natural da humanidade, dirige apenas para si, esquecendo de quem está nos quatro cantos ao redor dele. Triste!

    Um beijão,
    Pronome Interrogativo.
    http://www.pronomeinterrogativo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thais, vc disse uma verdade... temos que dirigir por nós e pelos outros... mas, pouquíssimas pessoas estão se preocupando com o próximo. A quantidade de individualistas cresce à cada dia.

      Vc é ciclista? Meu marido, quando estávamos no início do casamento, andava pra baixo e pra cima de bike, mas quase foi atropelado há mais ou menos 9 anos. Eu disse quase, pq ele teve que jogar a bike para cima da calçada e bateu as costas no poste. Ficou machucado vários dias. Tudo por conta de um carro que se jogou pra cima dele para não bater em outro carro.

      Aquela lei de que os veículos maiores devem respeitar os menores só existe no papel! Infelizmente...

      bjks

      Excluir
  12. Belo desabafo, Joicy, de vez em quando é bom mesmo, rssrsrsrs
    No trânsito vc precisa dirigir pra vc e pra os outros tambem, aff

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor desabafar do que sair dando catiripapos nos outros, né Val? rsrsrs

      Obrigada, querida!

      bjks

      Excluir
  13. Não sou calminha e fico irritada no trânsito. Com os lerdos, com os apressados, com os desrespeitosos e, muitas vezes, com os motoqueiros (rss).
    Mas tenho o cuidado de não fechar ninguém e de sinalizar com a necessária antecedência. Hoje em dia, todo cuidado ainda é pouco, porque as reações são imprevisíveis. Quando estava na faculdade, em SP, um colega me disse que não andava armado porque seria capaz de matar alguém no trânsito. E olha que faz tempo!!!! Hoje, qualquer resposta pode trazer sérias consequências. Mas que adorei a dos cavalos, pode estar certa (kkkk). Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se todos tivessem esse cuidado que vc tem, seria bem diferente. O caos se dá, não "somente" por conta da quantidade de veículos, mas por causa dos péssimos motoristas, que dirigem pessimamente e desses mal educados que se acham donos da rua. né? Seu colega tem toda razão, uma arma nessas horas é um risco, pois acabamos perdendo o controle mesmo!

      Eu jamais esquecerei dessa dos cavalos! hahaha

      bjks

      Excluir
  14. Hahahahahhahahahahahhahahahaha Jó minha amiga, você tem que se mudar pra Barretos, hahahahahahahahhahahaha, aqui a gente atravessa a cidade toda andando a quarenta por hora em 15 minutos no máximo, hahahahahaha, e todo mundo anda assim, hahahahahaha.

    Não fique chateada não! Se humor vale mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... vc é ótimo, amigo Dezinho!!! Então Barretos é assim? eu juuurava que era uma cidade grande. maiorzinhaaa!!! eita! rsrsrs... vc está no paraíso!

      Vou me segurar para não deixar o estresse do trânsito me consumir! ;)

      bjks

      Excluir
  15. Muito interessante esse teu desabafo, gostei imenso e quase caia da cadeira!

    Juízo na estrada :)
    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Oi Joicy!
    Esse tal de trânsito é fogo e estressa qualquer um. Eu ainda não cheguei nessa fase, mas vejo todos ao meu redor que dirigem passarem por isso. Falta de consciência e bom senso é o mal do trânsito. Espero que um dia isso melhore.

    Pois então, depois que li seu comentário, pensei "puxa devia ter feito um Unidos da Rocinha, seria mais coerente com a história", mas como explicar que ela estava no desfile das escolas do grupo "especial"? E também, eu gosto de fazer histórias mais reais possível, assim que é divertido ;D

    Bjuss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhhhhhhhhhhh, também espero que um dia isso mude, mas acho que só tende a piorar. A não ser que o ser humano "dê um jeito de tomar jeito" de um dia para o outro. Do contrário, continuaremos no caos...

      Entendiiii o lance do nome da escola... rsrsrs

      bjks

      Excluir
  17. poxa vida.... esses transitos estao matando mesmo..Literalmente ne...
    Nem aki no interior estamos livres disso nao Joicy, infelismente.
    mas se vai levando ne. extressando aos troncos e barrancos.rsrs
    bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. poxa vida.... esses transitos estao matando mesmo..Literalmente ne...
      Nem aki no interior estamos livres disso nao Joicy, infelismente.
      mas se vai levando ne. extressando aos troncos e barrancos.rsrs
      bj

      Excluir
    2. É verdade, anônimo(fiquei curiosa pra saber quem é... ;D)... a coisa está feia geral! Mas, vamos levando... rsrsrsrs

      bjinhos

      Excluir
  18. Esse dias estava ouvindo uma entrevista com um psicólogo e que ele dizia que as pessoas soltam "as frangas" no trânsito. Parece que descontam tudo ali, xingam, brigam, impõem, se irritam, fecham o outro pra nao dar passagem (tudo contrário do que aprendeu na escolinha do DETRAN). Tem gente que deveria passar por ela novamente. Acho que responder vale sim no transito, brigar não, já que quem procura confusão no transito tem quase sempre uma arma debaixo do banco, e infelizmente vemos gente perdendo a vida por nada, nada mesmo!
    Carrões e boyzinhos= abusos no trânsito. Realmente é o ter que sobrepõe ao ser!
    Beijokas doces

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahahahahhhahaahha é verdade MArlyZinha! Poxa, acho que soltam a franga e o galinheiro toooodo! Caraca, ali é o reduto do estresse! Mas, tem alguns momentos que são [quase]impossíveis de controlar. Mas, é fato que devemos nos conter. Não vale a pena correr o risco de levar um tiro por pouca coisa. O jeito é se segurar, contar até 10 e sobreviver.

      Os boyzinhos parecem boizinhos no asfalto.

      Obrigada, sua linda!

      bjks

      Excluir
  19. Esse é o mundo caótico pós-moderno em que vivemos! Conselho: ficar nervosa não adiantará muita coisa, ao contrário, tem muita gente nervosa por ai que anda armada e isso pode ser um perigo sério. Nesses casos melhor é ignorar !!


    Abraços, Flávio.

    --> Blog Telinha Critica <--

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Flavinho, tudo bem? Concordo que ficar nervosa não adiantará... inclusive sei do risco que corri. Mas, sacomé, né? Tem horas que a gente acaba perdendo a cabeça... mas, geralmente me controlo, viu? hahahah... apesar que ainda assim tive um autocontrole fenomenal! Nem me lancei no pescoço do cabra, pra dar uns catiripapos! rsrsrs

      bjks

      Excluir
  20. Boa tarde, Joicy.
    Acho que esse pessoal deve gostar de "carro com muitos cavalos" porque a educação deles deve ser a mesma de um cavalo chucro, dai a afinidade; isso mais a presença de algum desfavorecimento anatômico incomentável devem levar estes caras ao fútil hábito de comprar estes "carros do ano".
    Tá certo que ninguém gosta de armar barraco no meio da rua tipo personagem de novela das sete, mas tem horas em que dá vontade de fazer isso mesmo.
    Felizmente não corro o perigo de passar por isso, não que eu tenha a paciência e um Senhor Niagy da vida, mas sim porque não sei dirigir nem moto.
    Sobre teus comentários lá no blog, eu queria dizer que o Dr. é um personagem muito engraçado, já que pode cometer a maior burrada do mundo com a desculpa de que tinha de fazer isso e, além do mais, quem é que vai contrariá-lo e correr o risco de virar purê de ser humano?
    Quando tiveres tempo, recomendo a leitura deste meu texto, http://relativaseriedade.blogspot.com/2011/08/programa-do-jon.html
    que acho que irás gostar.
    O Woody Allen é sim um grande diretor, mas é muito convencido (tanto que se recusou a receber o Oscar no último domingo) e enfadonho.
    Eu prefiro os livros dele do que seus filmes.
    Cabelo comprido no homem é um charme, é?
    Até pode ser, só que era abafado no verão e gelado no inverno, sem contar que eu tinha pontas duplas nas pontas duplas.
    Lembra da cena no desenho do Hércules em que ele corta a abeça da Hidra e nascem outras duas no lugar?
    Pois é, minhas pontas duplas eram piores do que isso.
    Concordo contigo que não são todas as bandas oitentistas que se re-re-reúnem só pela grana, mas é o que acontece com a maioria.
    Acho que vou criar um texto sobre isso.
    É. Vou esculhambar legal.
    Valeu pela inspiração, ainda que involuntária.
    Um blog que quero te indicar é o
    http://no-presente.blogspot.com/
    da amiga Dani Neves, quase tão doida quanto tu.
    Abraço e felicidades, Joicy.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eeeeeei!!! Eu lí isso hein Mr. Jacques!!!!
      Eu não sou doida não. Doidos são os outros (que não me amam... kkkkkk)
      Beijo, seu sumido

      Joicy, vc sim é doida. Amei! ;)
      Beijo nocê tb.

      Excluir
    2. Faz todo sentido a questão de afinidade... eles e o cavalo chucro, tudo a ver! É de fato uma questão de educação... coisa de berço, né Jacques? Ahhh, que dá vontade de descer da moto/carro e armar o tal barraco, ahhhh dá mesmo... Mas, a gente sabe que não dá. Nem tudo acaba bem, como nas novelas. Então o lance é se controlar, né?

      Eu preciso de minha condução... pois o péssimo transporte público daqui é um inferno! Ninguém merece...

      hahahahahahaha... eu gostei do Dr.! Gostei tantão mesmo... ele tem uma super personalidade. Já o Woody, bem, eu ia acrescentar lá no texto que ele é um chatolino antipático. É visível! Mas, acho-o bom. Alguns filmes dele eu gosto muitão, já outros nem tanto. Nunca li nenhum livro dele! O.o ...

      kkkkkkkkkkkkkkk... as pontas duplas de seus cabelos compridos eram verdadeiros "aliens a ressureição". Que isso, rapá!? hahahahha

      Bom, então involuntariamente eu lhe dei uma dica de postagem? Já estou curiosa pra ver "de qual que será"... rsrs

      Ah, fui correndo conferir o blogue da sua amiga Dani. Gostei... aliás, olhe ela aí, ó!? rsrsrs

      bjks

      Excluir
  21. Ola!
    Realmente o transito de Goiânia está em maus lençóis e não é preciso ser motorista para saber! Estou louco para tirar a CNH mesmo sabendo da canseira que é dirigir nesta cidade, como diz minha tia de Uberlândia : "Quem dirige em Goiânia dirige em qualquer lugar!", porque sinceramente somos meio psicopatas dentro do carro. Mas ainda assim é difícil enfrentar um Bus lotado todo santo dia também, por que na verdade todo meio de transporte tem seu lado bom e ruim,não há como fugir de todos os obstáculos.
    O transito exige muita paciência,que deve ser treinada todos os dias,você demonstrou bom senso nestas duas situações que passou e seria bom se todos agissem assim, agora creio que aquele dialogo inesquecível só você seria capaz de supera-lo, queria estar lá para ver a cara do "Rei da rua" que literalmente perdeu a juba depois dessa!

    Abraço
    Jeferson Barbosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jef, sua tia tem toda razão. Por aqui a falta de respeito impera! Coisa de louco... Porém, para quem não dirige e depende de transporte público, o caos tbem é grande. É total descaso das empresas de ônibus. Aff...

      Gostei do "rei da rua que perdeu sua juba"... de fato! hahahahhah... jamais esquecerei!

      bjks

      Excluir
  22. Ai Joicy, morro de rir com as suas expressões kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Crítica, misturada com humor. Adorei haha
    Ah, e achei maravilhosas as fotos da postagem anterior. Que linda você!
    Beijoos
    Sah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabrina, o jeito é rir pra não chorar, né? Já que tá dificil, vamos colocar um cadim de humor pra ver se melhora, hahahah... valeu, querida!

      Ah, obrigada pelo elogio às foros! Bjks

      ;)

      Excluir
  23. Acho muito engraçado teus textos!
    O trânsito está caótico mesmo, não importa onde você mora. O jeito é sempre evitar os horários de pico e tentar morar o mais próximo do trabalho possível. Infelizmente nem sempre conseguimos!
    Um grande beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, o caos está geral mesmo... até algumas cidades pequenas já começaram a ser invadidas com essa onda caótica. O problema é que as pessoas querem sempre se favorecer, dar uma de espertinho. Uma verdadeira falta de educação...

      Em meu caso, não pretendo mudar para perto da escola que leciono à tarde... o jeito é aguentar! rs

      Valeu pelo elogio aos meus textos, querido!

      bjks

      Excluir
  24. Ah, garota, esse povo se acha! Ainda bem que vc tirou de letra a tal situação, ou seja, "não desceu dos saltos". É isso aí.

    Gostei daqui, estou te seguindo!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São os tais "fodões", né? O jeito é continuar tirando de letra... rsrsrs

      Obrigada!

      bjks

      Excluir
  25. Oi Joicy!

    Eu adoro os teus textos e esse é uma grande verdade! é revoltante o modo como muitas pessoas agem. Como se todos tivessem que se curvar diante do seu domínio "econômico"... Ô ego infeliz viu?
    Eu ri muito em certas partes... SACOMÉÉÉ NÉ???kkkk.
    Beijos*

    http://luahmelo.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lu, queridona, obrigada! Ahhhh, esse tipo de pessoa me irrita profundamente!

      bjks

      Excluir
  26. Como eu disse antes, num comentário cara*&¨# que eu tinha feito aqui e minha conexão "comeu", eu odeio ofender animais e répteis, mas esses babacas que colocam seus egos broxas num motor potente e acham que podem sair por aí "causando" deveriam ter suas carteiras apreendidas e nunca mais sentarem as bundas num carro, ou mesmo em caminhões e motos, são idiotas demais.
    Passei por isso tb Joicy, vi minha avó pela greta, vi minha vida passar como um flash, qd uma carreta jogou o carro fiat da minha família fora da estrada, do nada, parecia um louco desvairado.Eu sei dirigir, mas não pego volante nem por reza braba, fiquei traumatizada entende?
    Adorei seu desabafo,não o que vc passou, mas por ter falado, isso ajuda a desestressar.
    Beijos querida, se cuide e cuida desses nervos, o trânsito detona a gente, mas vc pode com ele. \o

    Beijão
    Vivi

    http://vivianeblood.blogspot.com/2012/02/resenhas-principe-sombrio.html#comment-form

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vivi, que relato chocante! Que baita susto, heim? Quando eu sofri acidente de moto há dois anos(por culpa desse tipo de filha da puta que pensa que a rua é deles.) todos pensavam que eu nunca mais pegaria uma moto outra vez. Cá estou... 2 meses depois eu voltei a pilotar. Mas, o susto foi grande e pensei qeu iria morrer!

      Ahhhh, mas que dá vontade de mandar os motoristas fanfarrões à PQP e afins, ahhhh dá!

      bjks

      Excluir
  27. Olá Joicy,

    Muito cômica sua narrativa!
    Esta expressão usada por sua colega caiu como uma luva e, além de verdadeira, foi muito bem colocada ('dá licença com seu Ser que o meu TER está passando!').
    Infelizmente, há muitos arrogantes soltos por aí, notadamente no trânsito, esquecendo-se dos perigos que este tipo de atitude pode ocasionar. Há muito estressado descompensado que reage por impulso e acaba provocando tragédia.
    Ignore estes pobres de espírito.

    Adorei ler o texto.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, essas pessoas passam por cima(literalmente) dos outros sem sequer se impoortar!! Uma grande pena...

      Obrigada, querida!

      bjks

      Excluir
  28. Joicy,

    "trânsito" é uma coisa que combina bem com "inferno" - e não apenas no Brasil, embora esta pátria amada e idolatrada seja um dos países recordistas em acidentes e mortes no trânsito. Vivemos em um verdadeiro "apocalipse motorizado". ( tem um livro com este título que é muito bom, procure no sebo mais próximo da sua região rs)

    Eu aprendi a dirigir em São Paulo, mano, trafegando pela Zona Norte, Radial Leste, Marginal Tietê. Inferno era (é) isso aí. Então mudei para Salvador e sabe aquela história do "baiano calmo, alegre e tranquilo"? Esqueça: coloque-o atrás de um volante e teremos um dos motoristas mais mal educados do Brasil - e olha que conheço motorista e trânsito de um monte de lugar aqui nos trópicos.

    O dia em que compreendermos, de uma vez por todas, que trânsito é algo COLETIVO, talvez a coisa melhore; do contrário a tendência é piorar - em certos horários praticamente não há mais mobilidade em algumas vias de capitais por aí.

    Dá uma lida, quando arrumar um intervalinho, neste texto que eu escrevi em 2009, chamado "Punheteiros do asfalto" kkkkkk

    http://grooeland.blogspot.com/2009/09/punheteiros-do-asfalto.html

    Acho que você vai gostar! rsrs

    Bjks, sua LINDA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. JaimeZinho, esse livro tem um título bom, heim? Bem real... rs

      Olha, estive em Sampa por duas vezes, nos últimos dois anos. Adorei a cidade, por conta da quantidade de coisas que ela nos oferece(ai, Galeria do Rock, sua linda... te adoro! rs), mas fiquei enlouquecida com o trânsito!!! Porém, percebi que lá as pessoas são "obrigadas" a respeitarem o espaço do outro, senão a coisa fica pior que já é. As buzinas me irritaram profundamente, por lá! Um caos!!! rs

      Justamente isso que vc expôs, precisa ser observado, compreender que o trânsito é algo coletivo. Do contrário, as pessoas continuarão se matando(literalmente o metaforicamente...)

      Lerei a publicação que vc me sugeriu, com certeza!

      Valeuuuu, seu lindo!

      bjks ;)

      Excluir
  29. Não posso falarr do transito sobre rodas, por que só pego buzão, agora pra atravessar a BR140 que cruza a pista aqui perto de casa!!
    PQP!! Tem dia que levo 20 minutos e acabo perdendo o onibus pois os caroos vem voando, dai uns vem devagar e outrs voooando e outros devagar, como atravessoa este cacetaaaaaa??
    Olha eu pouco tempo quase fui atropelada, na pressa fui atravessar correndo, meu prendedor de cabelo caiu e eu sem pensar duas vezes voltei e peguei, na hora foi reflexo sabe? Voltei e peguei, nem olhei que quase em cime de mim tinha um carro, foi por um fioe o cara ainda buzinou FDP, gritei: Vai devagar P*RRA!!
    Aí aí!! Toda vez que saio meu marido morre de preocupação, pois não tenho paciência nenhuma com motorista mal educado!!
    Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caramba, vc mora perto da BR, Jane? Imagino que seja uma loucura!!!!

      Vias rápidas são sempre uma doideira mesmo... eu optei por mudar o caminho que vou para o trabalho, pois as vias rápidas aqui são de matar!

      bjksss

      Excluir
  30. Oi Joicy!
    Imagino o quanto deve ser estressante ficar horas no trânsito pra chegar e sair do trabalho. Ainda mais quando tem gente arrogante pra tornar uma coisa estressante algo muito pior. Manter o controle nessas horas parece impossível! Adorei a resposta que você deu sobre os cavalos hahahahaha
    Tem gente que precisa de umas duras pra entender que não é superior a ninguém.

    Beijocas!

    Ismália .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, Ismália, é complicado demais mesmo... essas pessoas conseguem nos tirar do sério. Chega uma hora que nosso limite é alcançado mesmo!!!

      Valeu, querida!

      bjks

      Excluir
  31. aqui não é diferente e "esses motoqueiros" pelamordedeus!!!! hahahah! o jeito é rezar muito pra sair e voltar pra casa com vida e saúde e sempresempresempre contando com seu anjinho protetor de carona!!! bj!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como eu lhe disse lá no face, sou motociclista, mas sou educadinha!rsrsrsrsrsrs... porém, tenho consciência de que há motoQueiros muito malucos andando por aí. Não é à toa que o índice de acidentes e mortes entre esse grupo só aumenta! Essa vida louca de trânsito de cidade grande é uma loucura.

      bjks

      Excluir
  32. Menina, eu adorei a sua resposta para o homem dos "cavalos", hahahahahahhahahaha.
    Muito boa!! rs
    Fala sério, aqui em São Paulo o trânsito também é de matar. Tem dia que nem da vontade de sair de casa.
    O jeito é dirigir com cuidado, sempre prestando atenção aos doidos no volante.
    Beijos
    http://giselecarmona.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Giiiiizinha... saudades de vc, viu!?

      Ahhh, um dos problemas do trânsito é esse, dirigir por nós e pelos outros!

      bjksss

      Excluir
  33. Olá Joicy, adorei ler o seu texto. É uma verdade absurda chegar ao ponto de que no trânsito está cada um defendendo o seu. Mas isso é o que é! Aqui na minha cidade no interior de SP. o trânsito está ficando cada vez mais dificil e constantemente somos surpreendidos por uns loucos no volante usando de toda velocidade nas avenidas. Obrigada pela visita ao meu Blog. Te sigo! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vilma, estava conversando sobre as pequenas cidades, com uma amiga. Minha mãe mora no interior, mas lá já está cada vez pior, trafegar! Uma loucura geral... ninguém escapa desse tipo de motoristas!

      bjks

      Excluir
  34. Olá!Bom dia!
    Já comments acima!
    Só vim mesmo para conferir seu NOVO DOMÍNIO.
    E agradecer sua visita sempre carinhosa para este blogueiro aprendiz!
    Bom final de semana!Muita luz e paz!
    Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir
  35. Olá Joicy!
    Amei sua visitinha!!!
    Já estou te seguindo!!Agora estou te aguardando!!Siga-me!!rs!
    "trânsito"!!stress puro!!amada!!
    Bjs no core!!
    Soninha!

    ResponderExcluir
  36. Oi JOYCI,

    sou seu mais novo seguidor e até agora o de número 165 que fica longe do 171, que aqui no Rio de Janeiro caracteriza um cara tal qual especificado em nosso código criminal, um estelionário (rs), logo, dizemos que o cara é o maior 171 quando se torna especialista em enganar e dar golpes e bancar o espertinho.

    Portanto,estou tranquilo com o meu ranking, no seu quadro de seguidores.

    E pensando bem, o que tem de 171, safadões e que adoram enganar e passar todo mundo para trás ,no trânsito é uma festa!

    Na realidade Joyci, estes "artistas" se sentem como se estivessem num gran finale do Cirque du Soleil, mas na verdade não passam de palhaços daquelas lonas mambenbes do interior das Caatingas do nordeste.(rs)

    Concorda?

    Então ficam fazendo malabarismos e outras gracinhas com seus carrinhos 1.0, financiados em 60 meses sem entrada, na absoluta certeza de chamarem a atenção e parecem que estão pilotando uma Ferrati Testarossa, vermelha, linda, com designer da Pininfarina e o escambal.

    Se usa "escambal" em goiânia?

    Nossa essa diversidade cultural de linguagem.

    Sugestão: Pilote sua máquina sem capacete e verás que, como todo homem e testicocéfalo e vive fungando como touro no cio, eles irão ser atraidos por este rosto DEZ, NOTA DEZ e enfiaram a cara uns atrás dos outros.

    Será a vingança da beleza veloz, contra a burrice dos lerdos 1.0 (rs).

    Se serve de consolo, Joyci, você sabe que aqui no RJ o trânsito é também terrível e o Cristo Redentor eventualmente até tapa e os olhos e coloca hadfone nos ouvidos para não estressar escutando uma musiquinha bem celestial.

    E em São Paulo, o trânsito é um filme de terror!

    Paulistas - e falo isso com toda a admiração e carinho que nós os cariocas temos e nutrimos por eles - enfrentam congestionamentos de 180,300,350 quilômetros.

    É brincadeira!

    Fala sério.

    Imagina você, atolhada nos trânsito na Marginal do Tiête, com o seu ar condicionado quebrado e , portanto, as janelas abertas recebendo aquele odor tétrico e insuportavel dos gases oriundos daquelas águas(?)mortais (rs).

    Agora, para você se sentir literalmente, no inferno, imagine qua a seu lado para uma carro de propaganda do Paulo Salim Maluf,que coloca um discurso dele no qual afirma que naqueles bolsos, nunca entraram dinheiro do povo e ele está se candatando para o "bem de todos e felicidade geral da nação"

    Joyce, está vendo como podia ser muito pior? (rsrs).

    Um abração carioca.

    Imagine Joyci que

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O trânsito tem se tornado cada dia pior, isso é fato. Com seus fanfarrões, 171 e sem noção nos volantes...

      Mas, sabe o que tenho visto, Paulo? Não só os artistas em seus 1.0, como também os que se acham os deuses encarnados, em seus carrões de 2.0 pra cima! Exibem seus carrões luxuosos, passando por cima de tudo e de todos, como se nós, pobres mortais, fôssemos verdadeiros nada. Invisíveis, é o que somos!

      Sobre o trânsito de Sampa, foi como falei ao JaimeZinho, estive aí nos últimos anos, por duas vezes e quase enlouqueci com o caos que existe aí. Eita ferro! Loucura ao cubo!!!!

      Tudo bem, olhando pela perspectiva que vc me apresentou, nem vou reclamar mais... afinal, poderia ser bem pior! rsrsrs

      Adorei sua visita, viu? Adorei ler seu comentário... desejo que volte sempre que puder e quiser!

      bjks

      Excluir
    2. Ahhh, sim... eu conheço o termo escambal! rsrs

      Excluir
  37. Acho que eu não aguentaria essa vida não já morei em sampa e detesta tudo isso, hoje moro no interior super pacato onde o centro da cidade fica 5 minutos da minha casa. rs bjus http://anavidadeestilista.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, eu não consigo imaginar-me mudando de Gyn... apesar dos pesares, gosto muito disso tudo aqui. Mas, algumas coisas me irritam muito e uma delas é, com toda certeza, o trânsito!

      bjks

      Excluir
  38. Joicy!!!!
    Olha, trânsito é algo bem terrivel..sério que ri de indignação com o cara falando de seus "cavalos de potência" afff!!! Mas se aí é um trânsito terrivel imagine aqui em SP. Pra começar em SP vc tem que conhecer todos os caminhos senão passam por cima de vc, fato.
    Mas é aquilo..eu sou uma pessoa bem estressada...to querendo tirar minha carteira esse ano mas tenho certeza que no volante serei muito boca suja kkkk..já sou só no banco do passageiro com esse bando de motoristas incompetentes.
    Ah nem me fale..eu acho que já selecionei as músicas pro meu top7 agora resta falar um pouco sobre cada uma o que é bem dificil.]
    Tu não faz idéia das ladainhas que o pessoal que entrava na cena gótica e posava de "gotico de alma" falava. Era cada coisa bizarra...tipica de poser do tipo de usar sobretudo no calor de 40 graus só pra dizer que é gótico. Bom, os caras usavam essas táticas enquanto as minas usavam a tática de poemas sangrentos e bandinhas de metl melódico rs.
    Chata e radical? Nada disso. Você tem é opinião e bom gosto u.u. Acredite todas as pessoas que tem um gosto que foge dopovão é tachado como algo chato pela sociedade. O problema é que em muitas cenas urbanas você tem várias panelas com pessoas egocêntricas.
    Sabe acho super legal as suas mudanças de visual..mas eu não sou muito dep intar meu cabelo nesses casos opto pelas perucas nos rolês kkkk.
    Ah tava até falando com o Jim sobre o filme do Almódovar e ele ficou revoltado quando descobriu a verdade kkkk.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tsunâmica, as atitudes de certas pessoas(a maioria) no trânsito só nos mostra o quanto somos NADA evoluídos! Coisa de louco, mulher! Eu imagino como vc se sente em Sampa... uma verdadeira loucuuura!! Já estive aí, como vc sabe, e pude ver um cadim desse inferninho daí!

      Então vc é boca suja quando está nervosa? rsrsrs... eu até acabo falando alguns palavrões, quando estou nervosa, mas, em casa, por conta de meu filho, me controlo ao máááááximo! De vez em quando, me pedo começando a falar algo tosco e paro abruptamente, quando ele olha pra mim e diz "eu sei o que vc ia falar!"... ahahahah... uma piada!

      Essas ladainhas que vc se refere, na cena gótica, eu ouço do povo que se diz "true" da cena metal. É uma galera super mente fechada! Coisa de louco...

      Me diz uma coisa, esse AF que acontecerá em julho, será quando? Vc sabe me dizer? Claro que sabe, né? rrsrsrs... pergunta boba. Me diz quando?

      bjks

      Excluir
  39. Olá Joicy.
    Realmente, xingar no trânsito pode ser perigoso, contanto, há momentos que todos temos um limite e esta do cavalo de potência foi o cúmulo do arrogante e do ridículo, embora eu ache isto redundância, arrogante/ridículo.
    E penso ser muito injusto, é que nós, que fazemos uso de moto é que levamos a fama por conta de uns tantos motoboys por aí que ficam detonando o trânsito. Então, já nos olham como "os motoqueiros baderneiros do trânsito", algo como "a escória do trânsito" para os poderosos "potentes". E infelizmente, para as pessoas em geral. E detesto generalizações.
    A frase veio bem a calhar, nesta sociedade dá-se valor muito mais ao ter do que ao ser e isto, por vezes, irrita, principalmente quando esta pérola cai sobre nós.
    Aproveito a oportunidade para agradecer aos elogios ao meu conto. Eu, como disse no grupo do Blogosfera, conheci este projeto há pouco tempo e não me preocupo com a premiação, meu interesse ali é divulgar meu trabalho, conhecer novos quem sabe futuros parceiros, ter uma base de assunto quando falta a inspiração também ajuda muito, ahah e, sem demagogias, as melhores premiações eu já venho ganhando com os comentários recebidos. Isto motivo a escrever mais e mais, portanto, muito obrigado.
    A respeito de MM, você tá me zoando né? Eu adoro tudo o que é bizarro, como pôde imaginar que não gosto de MM???? Assim você me ofende! ahahahaha. #brinks.
    A sério, as pessoas, infelizmente de novo, apenas julgam pela aparência, MM é um cara muito inteligente e percebe-se claramente isto no documentário Tiros em Columbine, sobre aquela tragédia que houve. E, admito minha ignorância, não fiquei sabendo desta história que relatou sobre o garoto que sofria bullying. Porém, retornando ao MM, eu acho seu trabalho fantástico e sou um grande fã, tenho a discografia completa.
    Bom fim de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Christian, vc disse tudo, nós motociclistas acabamos levando uma fama que não pertencem aos "bons pilotos"(eu me encaixo nesse grupo)... essas generalizações são terríveis. É uma pena... aliás, toda generalização por si só já é burra, né!?

      Seu conto ficou perfeito... vc escreve muito bem, de forma que prende o leitor. Continue crescendo sempre!

      hahahahhah, como eu já lhe espliquei lá no FB, não me referi à vc, quando falei que as pessoas consideram o MM bizarro. Me referi às ouuutras pessoas. Eu tbem sou super fã do cara e o acho super inteligente. Aqui em casa ouvimos as músicas dele quase todos os dias. Muito bom... fico feliz por ver que temos mais essa afinidade!

      bjks

      Excluir
  40. Oi Joicy, adorei seu blog! estou seguindo e sempre que puder virei visitar!
    da uma olhadinha no meu? se puder segue também:

    http://errosxacertos.blogspot.com/

    beijos

    ResponderExcluir
  41. Adorei teu relato, a maneira meio torta* de contá-lo, "zombando, no bom sentido, de tudo e todos, encantou-nos!
    O trânsito"... é um dos momentos de mais estresse do dia; enfrento todas as manhãs a Avenida Brasil, no Rio de Janeiro...Imagina só! Não tens noção do que acontece, já saí do carro e disse: vou a pé!
    Compreendo bem o que se passou contigo; sabe, às vezes temos que "encarar com espírito esportivo, é bom sairmos de casa preparados". Felizes são os que se lambuzam com as mazelas e esperam o final* para rir de tudo, pq quem ri por último, ri melhor. Quanto ao ser e ter; nossa! Quanta criatividade!
    Eu também sou professora e adoro cinema e livros teu perfil é parecido com o meu; "são blogs assim que me fazem bem, "o real o cotidiano que contamos; faço do meu "um momento de desabafo", é o meu diário. Que gostoso te ler!
    Um beijo grande e já estou te seguindo. Mery/Rio de Janeiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mery, é um super prazer receber vc aqui, viu? hahahha... eu tenho essa mania meio "torta" de escrever mesmo, quase como um bate papo.

      Ahhh o trânsito.. estresse deveria ser o apelido dele!

      Imagino sua correria diária. Credo!! O jeito é conseguirmos lidar com essa loucura toda, né?

      Então vc tbem é professora? Que bacana... espero lhe ver por aqui mais vezes!

      bjks

      Excluir
  42. Cara, esse é o lado nefasto do desenvolvimento. O trânsito brasileiro é realmente coisa de louco, e o desrespeito com motociclistas e ciclistas é de lascar. Há anos que pedalo, ando todo paramentado, capacete, luvas, sinalização, buzina, minha bike é toda incrementada, e mesmo com todo esse tempo, já passei por maus bocados, a minha queda em janeiro foi vacilo meu. Joicy, estou pensando em comprar uma moto, mas estou relutando, justamente por isso, é um transporte que é prático e econômico, mas tem sua fragilidade, e motorista nenhum respeita motoqueiro. O que posso dizer pra ti é que te cuida, sempre vc estará sujeita a isso, afinal de contas, no trânsito há um monte de bandidos escondidos atrás do volante.

    Já atualizei o link do teu blog lá nos meus favoritos, beleza?

    Abração pra ti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cheng, eu assino embaixo de tudo o que vc falou e vou ressaltar alguns pontos. A vestimenta que usamos para andar de bike e moto. Eu, depois do acidente(aprendi pela dor) passei a andar toda equipada, tbem... de jaqueta, calças jeans, luvas, bota e tudo o mais... seu receio de comprar uma moto é compreensível. Tem uma lei de trânsito que diz que os veículos maiores devem ter cuidado com os menores, mas sabemos que isso é lenda. Uma pena! Pois os motoqueiros e ciclistas só se "ferram". Sei que há muitos "motoqueiros" que são super irresponsáveis, mas tbem sabemos que os motoristas de carros, caminhões, ônibus e afins não respeitam-nos. Os cliclistas então, tenho até dó! São quase invisíveis, no trânsito caótico que temos. Sou uma motociclista consciente e dirijo direitinho.

      Obrigada por atualizar o link...

      Abração

      Excluir
  43. Eu de novo.
    Em primeiro lugar, quero agradecer por teres linkado o Relativa Seriedade.
    Valeu.
    Em segundo, quero deixar aqui uma excelente frase do mutcho loco Spider Jerusalém, no Transmetropolitan 1.
    Quando um destes boys (e bois) te fechar no trânsito, grite assim "A MELHOR PARTE DE VOCÊ SECOU NA COXA DA SUA MÃE!".
    Legal, né?
    É, meio bagaceiro, eu sei, mas...
    Bom, não importa.
    Abração, Joicy.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu blog estava linkado desde antes de vc se ausentar da blogosfera, Jacques. Afinal, se é bom, tem que estar ali, né!? Super indico mesmo...

      Ahhahahahahahahahhahhahahahahahahahkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkfaskaskasksaksaksakskaskaksa

      Essa frase fará parte do vocabulário de Joicynha, quando o estresse chegar no limite. Melhor do que sair jogando o capacete no indivíduo, né?! hahahahahahahahahahahahh É totalmente bagaceiro... mas... kkkkkkkkkkkkkk... gostei!

      Valeu pela dica!

      bjks

      Excluir
  44. Joyci

    Adoro te ler . O seu cotidiano é muito emocionante e você encara tudo com alto astral. Enfrentar o trânsito tem que ser malabarista mesmo.Aqui em São Paulo no maior trânsito caótico do Mundo(eu acredito) é uma constante ver cenas também que nos tiram do sério. Mas já me acostumei. Fazer o quê , não é.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elisa... obrigada querida... acho que mesmo com toda a complicação do dia a dia tento trazer um pouco de bom humor. Tem horas que não dá... mas, na maioria das vezes temos que tentar levar na esportiva mesmo. Rindo, pra não chorar! rs

      Ah, o trânsito de Sampa é uma loucura. Só vou à passeio.

      bjks

      Excluir

Olá! Faça seu comentário!

Mas, NÃO DEIXE DE LER A POSTAGEM! ;)

Sinta-se a vontade!!! Sacomé, né!? Se você leu e chegou até aqui, não custa nada comentar... :)