17 de nov de 2014

TÁ BUMBANDO!

Oieeeee...
Já sabem, né? Tô com um projeto novo (se quiserem conhecer melhor, cliquem: É O BUMBA MEU BONG, MINHA GENTE!)


Então hoje vou deixar mais três vídeos que fizemos.
Telegrama


Canto de Ossanha


Amor I love you

Apreciem e inscrevam-se em nosso canal no youtube
Temos também nossa página do facebook. Só clicar aqui e dar aquela curtida. :)

E finalizo apresentando a galera do BumbaMeuBong pra vcs: Fabrício Guimarães, Joicy Sorcière e Rodrigo Freire


 Beijinhos!
Câmbio, desligo!!! :*

30 de out de 2014

É O BUMBA MEU BONG, MINHA GENTE!

Oi, pessoal! Quanto tempo!
Bem, voltei pra dizer que estou encarando uma nova fase. Continuo lecionando(pois é o que gosto e escolhi como profissão!), mas agora resolvi acrescentar algo mais. Estou com um novo projeto, entrando de cabeça em "outro algo" que sempre gostei de fazer que é cantar. 
Meu "primoamigoconcunhado" Rodrigo e eu resolvemos nos juntar e criar um grupo musical chamado BumbaMeuBong... contamos com a colaboração do percussionista Fabrício, que é também um grande amigo(mora do lado esquerdo do peito). Somos uma banda de Goiânia e estamos abertos a convites para apresentações em bares, festas residenciais ou comerciais, eventos públicos e afins. Qualquer contato, é só entrar em nossa página do facebook clicando aqui. Então, deixo pra vocês um pouquinho de nós. Que fique claro... o vídeo abaixo é só um ensaio. :D rsrsrs


Apreciem e inscrevam-se em nosso canal no youtube
Temos também nossa página do facebook. Só clicar aqui. :)
Beijinhos...
Câmbio, desligo!

16 de out de 2014

Debate ou ataque?

Realmente, essas eleições precisam passar logo! A coisa está cada dia mais feia nas redes sociais. Ontem, perambulando pelo face, vi cada "ataque" em comentários de algumas postagens me deixaram de cabelo em pé! Sinceramente acho uma falta de respeito sem tamanho, por exemplo, definir como "decentes" apenas as pessoas que possuem voto igual ao seu(pois li isso num comentário... e esse é apenas um exemplo do que tenho lido por aí... já li ataques do tipo: "são burros, ignorantes, retardados, pobres, arrogantes, nojentos, babacas..." e por aí vai). 
É como meu querido cunhado bem disse, o fato de alguém votar no candidato X não tornará o eleitor mais decente que quem vota em Y. Isso é questão de ideal(ou a falta de)... é questão de acreditar em X ou em Y. Eu por exemplo, acho uma super ingenuidade quem acredita nesse sistema eleitoral, que pra mim não passa de uma farsa, independente de quem vença, mas nem por isso tenho o direito de sair ofendendo diretamente quem acredita nessa democracia representativa. Temos sim todo o direito de expor o que pensamos... As pessoas possuem opiniões diferentes e o debate pode ou não fazer com q os participantes da conversa mudem de ideia. Porém, o que tenho visto nas redes sociais, em algumas discussões nos comentários, é uma imposição ultrajante. Acho válido colocar as opiniões, os argumentos e entrar em um debate sim, caso haja oportunidade, porém, algumas pessoas, no calor das emoções, tem se esquecido de uma questão que deve ser levada em conta, O DEBATE DEVE SER DE IDEIAS E NÃO ATAQUE ÀS PESSOAS. ‪#‎sóacho‬.

(Ao final deste texto eu refleti e no fundo eu gostaria que esse período de eleições passasse e as pessoas permanecessem preocupadas com o Brasil... mas... não... pera... mas as pessoas(ok... não vou generalizar! Algumas pessoas... muitas...) não estão preocupadas com o país. Estão preocupadas apenas em atacar X ou Y e dizer qual é o "menos ruim"!). Como falei em outro momento, no facebook, as eleições nos mostram o seguinte: que a grande maioria dos brasileiros só são cidadãos "preocupados" com o seu país durante o período eleitoral! Quando acabar, tudo voltará ao normal. Afinal, já desempenharam seu "importante" papel lá naquela urninha, clicando nas tais teclinhas que validam o votinho. 
Ps. por favor, aos que se sentirem ofendidos, sem mimimi... interpretação de texto é fundamental. Não estou me referindo ao que as pessoas devem ou não postar em seu facebook (apesar de tbem ver muitos ataques desnecessários por aí. Mas, cada um faz o que quer de timeline). Estou me referindo aos comentários que surgem em determinadas postagens e a forma como as pessoas dão uma certeza absoluta de que sua verdade é a única verdade.

Beijinhos
Câmbio, desligo...

20 de jul de 2014

AO MESTRE... MEU CARINHO!

Rubem Alves faz parte não somente do meu lado educadora, mas da pessoa Joicy Sorcière. Quem o conhece(ainda não consigo escrever no passado...), sabe que ele não escreveu apenas livros para a educação, mas para a vida! Há alguns anos tive a oportunidade de vê-lo, ouvi-lo de pertinho num congresso e até mesmo conversar rapidamente com ele. Desde o dia em que soube de seu problema de saúde, meu coração ficou apertado... ontem, com sua morte, o sentimento de tristeza foi ainda maior. Sabemos que são coisas que fazem parte dessa nossa danada vida de simples mortais! Mas, saber de tudo isso não nos tira o direito de chorar por aqueles que admiramos.

Visitando o site Catraca Livre, encontrei o trecho de uma carta deixada pelo mestre e resolvi socializar aqui com vcs.

Esse é o jeito que Rubem Alves quis se despedir da vida.

“Sou grato pela minha vida. Não terei últimas palavras a dizer. As que tinha para dizer, disse durante a minha vida. Recebi Muito. Fui muito amado. Tive muitos amigos. Plantei árvores, fiz jardins. Construí fontes, escrevi livros. Tive filhos, viajei, experimentei a beleza, lutei pelos meus sonhos. Que mais pode um homem desejar? Procurei fazer aquilo que meu coração pedia.”

“Não tenho medo da morte, embora tenha medo do morrer. O morrer pode ser doloroso e humilhante, mas à morte, eis uma pergunta. Voltarei para o lugar onde estive sempre, antes de nascer, antes do Big Bang? Durante esses bilhões de anos, não sofri e não fiquei aflito para que o tempo passasse. Voltarei para lá até nascer de novo.” (CatracaLivre)
Como não se emocionar ao ler tão belas palavras?

Ele se foi ...mas, deixou muitas lindezas em formas de palavras e assim eternizou-se! Obrigada, mestre!

"Quem é rico em sonhos não envelhece nunca. Pode até ser que morra de repente. Mas morrerá em pleno voo..."

Estou super ausente da blogosfera, eu sei... mas não poderia deixar de registrar no Umas e outras algo sobre esse meu queridíssimo Rubem Alves.
Câmbio, desligo...

14 de fev de 2014

Será que funciona? #Parangolés, desabafos e afins...

Aí vc chega ao hospital às 12h50 para consultar com o "dotô"... a atendente deixa claro que vc é "encaixe" (quase com aquele ar de nojinho, deixando estampado de um lado a outro do hospital que sua espera será looooooooooonnnnnnnnnnga). Então, educadamente, vc abre um sorriso enorme(buscando toda a paciência que existe em seu ser) e diz "tudo bem". Ela fica meio sem graça e começa a lhe atender melhor.

Sua espera começa... e espera... espera... espera... navega na internet daqui... manda um WhatsApp dali. Depois de quase uma hora você recorre ao filminho que tem no celular(Santo aplicativo! Santa tecnologia!! Vc é dessas... já que não levou livro, a melhor escolha é o filme mesmo. A qualidade nem era tão boa, mas ficou satisfeita). Então o que vc escolhe??? "Minha mãe é uma peça". Porém, enquanto todo mundo está irritado ao seu redor, reclamando para aquela atendente que faz cara de nojinho, vc começa a gargalhar do filme. Gargalha tanto que começa a ter dores abdominais(principalmente pq gargalhar mais baixo, tendo que se controlar não é uma tarefa fácil). Então percebe que todos os olhares ao redor estão voltados para você. 

A atendente com cara de nojinho nesse momento está com cara de desespero, pois sempre encontra um paciente nada paciente(e como tinha gente impaciente naquele espaço). Ela resolve olhar a lista de espera e chega perto de todas que estão ao seu lado e começa a dizer a ordem em que as mesmas serão atendidas. E vc? Ah, vc está lá, rindo do filme, claro! Ela lhe cutuca e pergunta "Vc quer saber quantas faltam pra vc ser atendida?" Vc abre novamente aquele sorrisão no rosto, com a diferença que dessa vez tem uma lagriminha escorrendo pq está morrendo de "dar risada" da tal película e ainda educadamente diz: "Bem, com toda a sinceridade, prefiro não saber! Hoje eu resolvi não sofrer. Vim sabendo que vou esperar muito! Sou encaixe, lembra? Mas, de verdade, agradeço sua preocupação". Ela dá um sorriso amarelo e retorna pra seu local de trabalho. 

No entanto, toda espera por mais longa que seja, sempre tem um fim... e para sua felicidade, depois de assistir um filme completo e conversar com metade da galera que está na fila(ô povo carente é esse que fica na fila de espera) vc finalmente acaba sendo atendida às 16h10. Ao entrar no consultório, depois que o médico olha todos os exames e diz que está tudo bem com vc, ele pergunta "Já começou a tomar a fórmula que receitei pra TPM?" vc responde "Sim! Já". Ele retorna com outra pergunta "Está sentindo efeito positivo?". Vc mais que depressa, com aquele sorrisão, diz "Ô se estou! Super positivo!!".

Pois é... parece historinha inventada, mas não é! O que acabei de contar é uma história verídica da vida de Joicynha!!! Essa foi minha saga de hoje! Verdade verdadeira! Cheguei 17h20 em casa. Mas, estou viva... e bem... ;) e não estou estressada. E olha que ainda vou trabalhar amanhã, sábado, o dia todo! O.o Será que o remedinho é bom???

Ps. Nem vou escrever aqui que estou sumida e blablabla... Não tô sabendo muito me organizar com o blog, apesar de amar isso aqui demais! rsrsrs...

Beijinhos...

Câmbio, desligo!

11 de nov de 2013

A carta anônima...

Olá, meus blogosféricos do coração!

Ó eu aqui com mais uma postagem... eu tardo, mas não falho! rsrs Quer dizer, quase...

Seguinte, hoje vou publicar aqui uma carta que escrevi para uma querida companheira de trabalho. Vou explicar o motivo da carta.

Eu faço um curso de Formação Continuada na área de Alfabetização e há algum tempo minha formadora sugeriu uma dinâmica de escrita que foi muito legal. Nós teríamos que escrever uma carta para uma de nossas colegas. Houve um "sorteio" bem interessante, para sabermos quem seria o destinatário de nossa carta: Cada pessoa colocou um papelzinho dentro de um balão, ao final jogou-o para trás e dentre tantos que estavam no chão a gente deveria escolher um, essa pessoa seria a dona da nossa carta. Bem, tivemos que enviar pelo correio e tudo. Em época de emails, tivemos que voltar ao tempo em que as cartas eram comuns. Foi muito divertido!!
A carta que foi escrita no dia 9 de setembro, foi enviada apenas com meu "nickname" Sorcière no remetente. Como a pessoa não conhecia esse meu "apelido", só iria descobrir quem eu era, ao ler a carta. Modéstia à parte, eu achei que o texto que escrevi para a Rosselini ficou muito legal. Então segue abaixo. Ah, deixo claro aqui que a dona da carta me autorizou divulgá-la em meu blog, ok? 
Imagem daqui

       Goiânia, 11/9/2013
Olá, Rosselini!
Tudo bem? São 22h40m do dia 11 e estou preocupada! Quero dizer, minha preocupação se dá por conta da data. Espero que essa carta chegue à tempo! Caramba! Realmente espero! Não que eu tenha esquecido de você, mas havia feito uma estimativa levando em consideração nossa antiga data de formação, que seria dia 27. Fui totalmente pega de calças curtas, quando recebi a nova data. Agora é só cruzar os dedos e esperar que chegue!
Bem, vamos ao que interessa! Confesso que estou com muitas coisas pra escrever, mas ao mesmo tempo sem saber como organizar as ideias. Sou conhecida por ser sempre ligada no 220W. Sempre em constante movimento!
Pensei em começar falando sobre você. Então, acho que vou escrever onde tudo começou… seu nome. Quando ouvi pela primeira vez, achei peculiar. Estava acostumada com Roseline, penso que seja por conta de uma professora que tive, que também tinha esse nome, com apenas uma letra “S” e “E” no final. Mas o seu não! O seu tem dois “ésses”(ss) e a letra “I" que deu todo um charme! Acho chique! Nome forte! Rosselini que eu conheço é sobrenome, inclusive de um cineasta italiano, já falecido, Roberto Rossellini (também com um “I” no final, mas, diferentemente do seu, possui dois “éles”). Roberto tem uma filha, Isabella Rossellini que foi casada com Martin Scorsese… Ainda não falei, mas sou cinéfila. Sabe, também sou uma curiosa confessa! Fiz questão de procurar seu nome no google, pra ver o que ele me daria. Na verdade eu fui em busca do significado. Menina do céu! Vc precisa ver! Tem mais Rosselinis do que eu imaginava. Nessa pesquisa descobri que uma Rosseline(com “E”) vai se casar com um Gil daqui 58 dias (contando com hoje, 11/09)… Contudo, declaro aqui que ainda não consegui descobrir o significado de seu nome. Será que é o mesmo de Roseline? (que significa “VARIANTE LATINA DE ROSA). Se você tiver essa resposta, me diga em nosso próximo encontro. Ainda estou curiosa pra saber!
Acho que agora já é hora de falar um “cadinho” sobre mim! Você deve estar se perguntando porque no envelope consta apenas o “nome” Sorcière e se questionando mais ainda “quem diabos é essa pessoa”, não é mesmo? Ok, Sorcière é apenas meu nickname, mas é significativo para mim. Escolhi com carinho há muitos anos! Já percebeu que é francês, né? Então, é preciso fazer biquinho ao pronunciar (Sorcière). Acho que a escolha desse apelido teve como influência, além do significado, minha paixão por Paris. Neste momento pode estar pensando: “Você não é a única que tem interesse por Paris, beibe! Entra na fila!” Mas tenho certeza de que sou uma das poucas pessoas que tem uma história pra contar, relacionada a essa paixão. Só digo que ela existe desde os meus 10 anos de idade. No entanto, isso já é história para uma oooooooouuutra carta! Quem sabe, outro dia…
Ah, meu nome real?! Poxa, acho que a brincadeira ficará mais gostosa se eu lhe apresentar algumas pistas e deixar a magia acontecer:
Sou mulher (não sou Amélia, não mesmo, mas sou mulher de verdade. A música Pagu, da Rita Lee, me define muito bem!)... sou mãe, esposa, professora, blogueira, cinéfila, apaixonada por livros e música. Não obrigatoriamente nessa ordem… não necessariamente "só" tudo isso! Sou mais 80 do que 8 e, por vezes, 888.
Gosto muito de viajar. Tenho planos de conhecer vários lugares do Brasil e do Mundo. A verdade é que vontade eu tenho de sobra, só me falta a grana! Sacomé, né? Sou professora, benhê. Mas, de pouquinho em pouquinho eu chegarei lá! Adoro filmes, livros, música, filmes, livros, chocolate, filmes, livros, pão de queijo... e... livros e filmes. Quem me conhece, sabe o quanto gosto demais da maravilhosa internet. Ah, também amo tatuagens! Dentre outras coisas mais, claro!
Alguns me definem como roqueira e apesar de concordar, pois esse estilo corre por minhas veias, deixo bem claro que também gosto de outros estilos musicais, dentre eles: MPB. Marisa Monte é minha “irmã” da música(aquela diva). Elis Regina é minha “mãe” musical e Chico Buarque, meu “pai”...)...  E aí, descobriu quem sou eu?
Deixo registrado que tirar seu nome me deixou imensamente feliz! Até logo!!!!
Beijocas :****
“___________” Sorcière
Finalizo com o vídeo ECT, Cassia Eller.

Então é isso!
Beijinhos!!
Câmbio, desligo..

17 de out de 2013

Ocupação Câmara Municipal de Goiânia


Alguns devem ter acompanhado na mídia notícias referente a OCUPAÇÃO NA CÂMARA MUNICIPAL DE GOIÂNIA por parte dos profissionais da educação do município. Estamos em greve por melhores condições de trabalho e a ocupação se deu num dos momentos de reivindicação. Antes de qualquer coisa, vou esclarecer... entramos numa greve que foi deflagrada pela categoria, estamos sem apoio sindical algum, pois o sindicato que diz nos representar simplesmente nos abandonou e blindou o governo atual. Por que será????

Já deve ser de conhecimento de quem acompanha meu facebook que alguns vereadores do Município de Goiânia, chefiado pelo PILANTRA(com o perdão da palavra) que é presidente da câmara fizeram uma manobra ridícula e vergonhosa. Nem preciso dizer para não acreditarem em tudo o que a mídia diz, pois algumas redes de televisão distorcem totalmente o que de fato está acontecendo.

Sobre o que aconteceu durante a votação, gostaria de esclarecer algumas coisas. Pois algumas informações tortas estão circulando por aí. A verdade é que estávamos ganhando. 16 a favor e 15 contra e o tempo finalizando. O presidente da câmara que me recuso a chamar pelo nome, esperou até o ultimo segundo pq sabia que dois vereadores(que nem estavam na plenária) chegariam. Mas como os infelizes não chegaram, muitos da base aliada ficaram ligando para os mesmos e enquanto isso ele prorrogou o tempo da votação assim que viu que estávamos perto da vitória(uma vitória que seria não somente para os professores, mas tbem administrativos e auxiliares educativos!). Foi declarado que ele sempre encerra as votações qdo os presentes acabam de votar. Porém, o presidente esperou os acréscimos e qdo esses dois vereadores chegaram um votou a favor e outro contra. Atingindo 17 a favor e 16 contras. Porém um desses, já tarde demais e com o tempo esgotado pela segunda vez,  mudou o voto(alegando que havia se equivocado) na mesma hora, invertendo o placar e jogando uma parte da nossa luta pelo ralo. O presidente da câmara abusou de sua posição, prorrogou o tempo com dois minutos a mais e beneficiou o prefeito. Estávamos no limite... o difícil acesso era apenas UMA DAS reivindicações, dentre tantas outras, mas foi o que fez o saco transbordar. Estávamos cansados. As galerias estavam lotadas. O que aconteceu??? Bem, muitos colegas começaram a pular da galeria superior para a plenária, eu queria pular também. Meu marido que apesar de não ser da educação estava me acompanhando durante a votação e mais que rapidamente saltou... quando chegou ao chão foi abordado por um policial que "tentava segurá-lo"... ahhhhhh, nessa hora não pensei duas vezes. Entreguei minhas coisas para a amiga e companheira de luta e pulei tbem(nem me dei conta de que eu estava há mais ou menos 3 metros de altura do chão). OCUPAMOS A CÂMARA...e ficaremos o tempo que for necessário... Nossa luta é legítima!! 

O pedido de reintegração de posse já foi cedido. Estamos sim, vivendo momento de muita tensão. Mas, permanecemos na luta.

Amanhã cedo estaremos indo para o décimo dia de ocupação. Fiquei na Câmara, dia e noite, desde o momento da ocupação que aconteceu no dia 8/10 até hoje por volta de 13h. Precisei vir pra casa por uma questão de saúde, do contrário eu não conseguiria permanecer firme. É muita tensão! Mas, amanhã, retornarei para permanecer na luta com todos os companheiros que estão lá! 
 
Enfim, Ricardo tem sido meu porto seguro. Passou as primeiras 28 horas ao meu lado, acampado na Câmara! Tem ido para a ocupação todos os dias dar apoio ao movimento de greve. Qdo não está comigo em pessoa, pois temos um filho que também precisa de atenção, está em coração. Aliás, meu filho também tem sido um fofo, pois compreende que é um momento difícil e que minha ausência em casa tem sido inevitável e necessária nesse momento. Sem contar que a tecnologia tem sido nossa aliada!  
São tempos de luta... e enquanto alguns acham que lugar de mulher é em casa, com o marido. Eu corrijo e digo que num momento como este, lugar de marido(ou namorado) é ao lado da mulher, na luta!! Isso é companheirismo!!!! E quando tudo isso terminar... e aos profissionais da educação que insistem em aderir a tal greve de pijama, eu digo que independente do resultado, eu digo categoricamente que ao final dessa greve há algo que ninguém vai tirar de mim: minha DIGNIDADE!!

   

IMPORTANTE:

Prefeito e Goiânia em ENTREVISTA COLETIVA mentiu novamente e DESCARADAMENTE!!! Disse que todos os pontos de pauta estavam sendo contemplados no documento que nos enviou(papel que na verdade serve nem mesmo para limpar a bun**). Depois que recebemos a "proposta" sem vergonha dele, reescrevemos outro documento, pois o papelzinho que ele nos enviou estava cheio de palavras evasivas, no entanto para MENTIR mais ainda, ele disse que detalhes de semântica não fariam diferença alguma no teor das coisas (como disse um colega no grupo do comando de greve, ele só pode ser analfabeto!)... Enfim, como o companheiro Renato(do comando de luta) falou num programa de televisão local(que por sinal seria um debate, mas a Ieda [Des]leal do SINT[r]EGO não compareceu), já que o problema é apenas de "semântica", assine o documento e envie. Mas assine mesmo, senhor prefeito... não venha com essa de mandar Neyde Aparecida, ficha suja, que não tem poder algum de decisão(como ela mesmo já disse em outros momentos) para assinar por você! Assine e assuma!!!! Enfim, como foi decidido hoje em assembleia A GREVE CONTINUA!

 
Ps. Eu havia desativado o blog por tempo indeterminado... mas, acho que é um bom momento de reativá-lo!

24 de jul de 2013

Parangolés, desabafos e afins... coisas aleatórias dos últimos dias!


Eu sempre disse que prefiro o frio ao calor... mas, depois de passarmos (marido Ricardo, filho Gustavo, sogra Darcimária e  sobrinha Gabrielle) um frio do 'caramba' em Sampa, corrijo minha fala com a seguinte colocação: Eu ainda prefiro o frio, CONTUDO, que seja qdo posso aproveitá-lo em minha casa quentinha, sabendo os meus queridos tbem estão aquecidos, embaixo de um bom cobertor, e abraçada ao meu cobertor de orelha... no mais, durante toda a noite em que eu estive dentro do Aeroporto de São Paulo - Congonhas (CGH), enquanto eu sofria com o frio, mas ainda assim com um pouco de agasalho(pouco mesmo, levando em consideração que não estávamos preparados para tal, mas o suficiente para não termos um 'pirepaque') e tentando aquecer meu filho e minha sobrinha, com o máximo de calor humano que eu conseguia liberar(estava escasso... rs), fiquei pensando nas pessoas que estavam ao relento, sofrendo com aquele frrrrrrrrrrio(e em outros lugares do Brasil, pelo que fiquei sabendo, a 'bagaça' estava ainda mais intensa). Com isso, concluo que é fácil gostar do frio quando se tem condições de suportá-lo.

Porém, apesar do parangolé que citei acima, a viagem(de um modo geral) foi maravilhosa! Cheguei hoje e só posso dizer que apesar de ser uma pessoa totalmente avessa ao sol(sempre retorno tão branca quanto fui), estar à beira da praia por alguns dias é muito bom. Eu sinto que a energia que paira sobre aquele 'universo praieiro' conseguiu me deixar preparada para mais alguns meses de trabalho, antes que as próximas férias cheguem novamente. 

Viajar é ótimo! Mas, como disse Dorithy: Não existe lugar como o nosso lar!!!! Tanto tempo longe de casa, cansa tbem. Enfim, em casa... agora é só curtir minha última semaninha de descanso. Feriar é bom, mas o final é inevitável, então o lance é se preparar para o batidão do segundo semestre! 

Viajar é ótimo! Mas, como disse Dorothy: não existe lugar como o nosso lar!!!