3 de nov de 2011

American Horror Story

Hello, people!!! Vamos para mais uma postagem!?
Quero falar sobre séries. Quem gosta de seriados aí, levanta as duas mãozinhas! \o\ \0/ /o/
Eu gosto muito!
Então, hoje vou falar de um seriado que minha amiga Bernadete Langkammer indicou há pouco mais de uma semana, American Horror Story.
Vou confessar que, inicialmente, tive grande preconceito em começar a assistir esse seriado. Isso se deu, principalmente, por causa da temática, que pareceu-me como algo "mais do mesmo". Mas, mordi a língua e fiquei muito feliz em perceber que a história vai além dos filmecos com casas mal assombradas e fantasminhas medonhos
Como disse minha amiga Ana Cláudia, no FaceBook, o roteiro mostrou-se bastante original(eu acrescentaria, surpreendente!). Ela ainda sugeriu que American Horror Story é uma série dígna de ser assistida com as luzes apagadas e o som bem alto para dar aquele impacto necessário! E não é que tem toda razão!?
Afirmo que não me arrependo de ter conferido o seriado e tirado minhas conclusãoes!
Os criadores dessa série são os mesmos de Glee, Ryan Murphy e Brad Falchuk, porém, antes que os odiadores de Glee comecem a reclamar, já aviso que se estiverem com receio de assistir, por causa disso, podem largar o  medinho para lá. São seriados totalmente diferentes!
Estou adorando o enredo e os personagens! Quem assistiu True Blood(de Alan Ball) e adorou o vampirão malvadão Russell Edgington (Dennis O’Hare), poderá apreciá-lo como o estranho Larry, nesse seriado. Ele está perfeito!
Para os que viram Six Feet Under (esse está no meu top list... tbem de Alan Ball) e morre de saudade desse finado seriado e da matriarca da família Fisher (Frances Conroy), poderá conferir a atriz  no papel da Moira O’Hara, uma governanta, que é vista por cada um como uma pessoa diferente (... e bota diferente nisso! Esse papel é interpretado por Frances Conroy e Alexandra Breckenridge).
Enfim, vou parar por aqui, pois são muitos personagens maravilhosos. Claro, uns mais que outros. Então, se você se interessou, fica a dica! Assista e tire suas próprias conclusões!!!
Sinopse: American Horror Story se descreve como um thriller psicosexual, sua trama se desenvolve ao redor de uma pequena e tradicional família americana. Na trama o terapeuta Ben Harmon (Dylan McDermott) e sua esposa Vivian Harmon (Connie Britton) juntamente com sua filha adolescente Violet Harmon (Taissa Farmiga) mudam-se para uma antiga mansãoem Los Angelesna busca de superar o adultério cometido por Ben. Porém o que eles desconhecem é que a mansão não será exatamente o tipo de lar que eles esperavam. [PortalSéries]
Assistam aos vídeos de três promos da série... aguce sua curiosidade!





22 comentários:

  1. Bah, bem interessante! Vou ver se assisto.

    Adoro um bom filme de terror, desde uns seis anos de idade que vejo filmes tipo Sexta-Feira 13, Brinquedo Assassino, Halloween e outros que tais. Mas seriados de terror, nunca me prestei a acompanhar. De repente, chegou a hora de quebrar mais este paradigma.

    De seriados, sempre vi mais os de comédia. A maioria deles é uma porcaria, aquela coisa só pra passar o tempo, mesmo. A exceção que faço é Seinfeld. Sou absolutamente apaixonado por esse seriado. É um humor inteligente e pouco convencional, que me agrada muito.

    Muito bacana a postagem e a dica.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Ana Cláudia - AC3 de nov de 2011 18:07:00

    Ô mas quanto honra pra mim, querida!! adorei mesmo, o texto, a menção, e a série hêin? Q loucura, doidimais!! Cada episódio novo, mais surpresa macabra...Confesso que preferi ver devagar pelo trauma causado do The Walking Dead de ficar na expectativa, mas não tem jeito, né? Série nova é isso aí... Bjão e valeu demais!!

    ResponderExcluir
  3. Umas das melhores séries do momento na minha opinião. Um pouco confusa, mas mto boa

    ResponderExcluir
  4. ah, mas até que os criadores de Glee não fazem só seriados felizes!
    eles também não fizeram NipTuck?
    Então já tinham alguma inclinação pra essas coisas!

    Eu acho particularmente interessante, porque nunca tinha visto nada igual...h

    ResponderExcluir
  5. Eu acho a abertura fabulosa. Principalmente pela "música", se é que podemos chamar de música... Acho os sons da abertura perturbadores e misturados a retratos antigos de crianças e outras bizarrices, encaixou perfeitamente.
    Acredito que essa confusão existente no seriado, que o Nando acima comentou, é proposital. Pois ela ronda as coisas, e muitas coisas, ainda não explicadas e acontecidas na casa.
    Só espero que não seja como Lost: levanta mistérios um atrás de outro e no final não se consegue amarrá-los adequadamente. Apesar de que acredito que não será assim, pois cada narrativa do passado da casa torna o quebra-cabeça da história, como um todo, um pouco mais claro.
    Sinto nesse seriado, uma tentativa de retomar o horror antigo, e entenda-se bem: HORROR e não suspense. Pois quem busca tomar sustos vendo esse seriado, está no enredo errado. Ele cria apenas um aurea de tensão e mistério ao redo dos acontecimentos ao invés de tomadas que culmin em um climax que dá susto. (Sera q fui feliz na minha explicação?!)
    Para quem curte Stephen King, não tem como desagradar. A ideia é bem a cara dele, de filmes/livros como o Iluminado (que li e vi) ou Red Rose (que só vi), entre outros.
    Então, por fim, essa realmente é uma boa dica, para quem, assim como o Bruno Mello, que fugir de seriados estilo SITCOM, drama ou policial/ação.

    *desculpa! Praticamente fiz um post dentro do seu post! hehe*

    ResponderExcluir
  6. Amei! Confesso que estava com o mesmo receio que vc, pq essa coisa de casa mal assombrada é tão clichê, que eu pensei que iria cair na mesmisse, principalmente se trantando de uma série, que é muito mais demorada é composta que um filme, mas agr que vc postou esses vídios e explicou direi tinho, acabei com meios receios...
    Parabens pelo blog, abraço.

    ResponderExcluir
  7. Obrigado pela citação a minha pessoa! Devo dizer que essa série tem se mostrado a cada episódio mais surpreendente, faz tempo que não assisto série com tamanho entusiasmo.Espero que permaneça assim por um bom tempo!

    ResponderExcluir
  8. Oi Joicy!

    Poxa, gostei muito do poster da série..parece interessante!!!
    É...eu vejo muita gente criticar a vinda do Halloween para cá alegando que a divulgação de folclore "de fora' acaba com o folclore brasileiro. Mas eu não acredito que seja extremamente assim. O folclore brasileiro sempre se limitou a mátérias de escola do ensino fundamental desde minha época (e eu não sou velha0 e não é porque o Halloween tá pop que isso vai acabar! Se bobear pode até incentivar á fantasia de algum personagem folclórico brazuca! Sem falar que convenhamos..o povo curte Halloween por conta da chance de fazer fantasias diferencias e caprichadas e onde pode ter as melhores idéias? Dos filmes americanos é claro!
    Eu também curto muito estudar sobre paganismo e talz...tenho uma amiga na wicca e devo dizer que esse pessoal são os religiosos mais legais que conheço. Nunca tentam te converter u.u.
    Olha eu sou exatamentwe com vc acerca de religioes! Também não sdigo nenhuma mas curto muito estudá-las, especialmente as do paganismo, que possuem tanta sabedoria e referências, além da mitologia que antigamente era crença! Acho que poderiamos trocar idéias, pressinto que teremos altos papos sobre esse assunto!
    Sobre os filmes Burton/Deep eu também adoro Cavaleiro sem Cabeça, para mim é o melhor! E vc citou Ed Wood..como esquecer dessa obra? Gostei muito quando vi, especialmente pelo trato especial que deram á história de Wood com Bela Lugosi. De fato, Burton não é para ser tão "pop" quanto está ficando graças ao bando de galerinha jovem que curte suas obras. Ou na verdade, curte Alice in WOnderland, Noiva Cadáver e Mundo de Jack - esse coitado, que virou uma legitima carne de vaca rs.
    Sobre Lewis Carrol..de fato, se formos analisar a obra dele de forma metodológica, caramba! É uma tese de psicologia!
    Cisne Negro foi algo que me surpreendeu.;aquele filme inteiro é pura arte! Mas o mais interessante é saber ue ele foi baseado em um anime chamado Perfect Blue! O próprio diretor do filme admite isso e comprou os direitos da obra! Se assistir o anime verá muitas semelhanças!
    bjs!!!!

    ResponderExcluir
  9. ei, adoro Alan Ball, mesmo qd não é tão bom, essa serie me interessou inicialmente, mas alguns falaram mal e me desmotivei, mas as tuas colocações me deixaram bem curioso. Acho q vou pegar o primeiro para ver qual é. Abração!

    ResponderExcluir
  10. Brigada pela visitinha
    o teu blog é lindo.
    beijos
    http://pinagirlscris.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. BRUNO MELO, que bom perceber que vc se interessou pelo seriado. Espero que vc goste dele, tanto qto eu… rs…
    Vou confessar, não consigo assistir séries de comédia. Já tentei, mas não dá! rs … Qto ao Seinfeld, já ouvi outras pessoas falarem super bem dele. Quem sabe eu não paro para assisti-lo, nos momentos de tormenta em que espero os novos episódios de A.H.S… rs

    AC, é sempre ótimo trocar ideias com vc… poder trazer seus comentários para o blog, melhor ainda! Sabe, assim como vc tbem tentei ir com calma, mas nãããão consegui! Assisti os três primeiros episódios todos num só dia! Espero que minhas expectativas continuem sendo correspondidas! Pq até agora, vai tudo bem, obrigada! rs

    NANDO, esse them está no top lis de seriados, para mim. A respeito da série parecer confusa, acho que é bem como a JÚLIA ANDRES(dereismo) abordou, é algo proposital! Acredito que seja uma forma do enredo se desenrolar a cada episódio. Esperamos que essa estratégia dê certo.

    LECHU-CHAN, legal vc ter comentado isso… sim, eles são os mesmos criadores de NipTuck. Realmente, outro seriado totalmente diferente de Glee. Assim como vc, o que me atraiu em A.H.S. foi justamente o fato de ser um seriado diferente dos habituais. Eles se propuseram a inovar e estão conseguindo… espero que o sucesso continue…

    JÚLIA ANDRÈS(dereismo), que bom receber vc em meu bloguito! rs… Adorei seu post dentro do meu post. Não tem nada que pedir desculpe… rs… aquiiiii todos têm liberdade pra escrever a vontaaaade. Essa é a ideia, acrescentar cada vez mais! Deixa eu te falar um segredinho, inicialmente não sabia que era vc comentando. Aí qdo citou o Stephen King, pensei, só pode ser a Júlia(lembrei que vc o citou lá na academia, fazendo essa ligação do seriado à ele)! rs… Menina, vc conseguiu definir o American Horror Story do jeito que eu penso que é, com todo seu enredo se desenrolando como uma espécie de quebra cabeça, como vc bem colocou. Sobre a definição do HORROR, sim, vc foi super feliz na explicação. bjks

    DETE, de nada! Disponha… rs… Simmmm, querida, a série está cada dia mais surpreendente! Só posso dizer que estou perdendo os cabelos à espera de cada episódio! Daqui a pouco estarei careca! Vamos torcer para que continue excelente, né!? :)

    ResponderExcluir
  12. TSU, saudades de sua visita! rs… Menina, tbem achei o pôster tuuuuudo! Qdo fui selecionar as fotos para colocar, achei que deveria ser esse! rs… adorei!
    Sobre o Halloween, minha opinião é bem isso o que vc escreveu e como já relatei em seu blog. Sou uma adepta e amante da cultura brasileira e a defendo com unhas e dentes. rsrs… Mas, adoro esse universo sombrio do "dia das bruxas" e ponto! rs… Os que quiserem reclamar, que reclamem! Nem dou mais ouvidos! rs
    Sobre a filosofia wicca, acho super legal. Uma amiga de Cuiabá, me deu de presente dois livros dessa filosofia. Adorei! Uma das coisas que me deixam "fula" da vida nas religiões é o fato das pessoas tentarem te puxar para o lado delas e, principalmente, não aceitarem o fato de que eu simplesmente optei por não ter nenhuma. Mas, no caso da wicca, como vc disse, isso não acontece. Isso é um dos pontos super a favor, para mim. Uma vez escutei uma pessoa dizendo que os Wiccas acreditam na energia feminina criadora de todas as coisas e está presente em cada um de nós. Isso me encantou! Nessa filosofia, há uma elevação muito grande sobre a força feminina, enquanto que outras crenças, acabam mostrando a mulher como apenas um ser submisso, incapaz de demonstrar força e poder! Outro ponto a favor. Bom, é isso! Acho que por hora tá bom! rs … Nem era para eu estar respondendo agora, pois já é super tarde e acordo cedíssimo(daqui menos de 5 horas), mas acabei me empolgando um cadim! rs… Desconsidere se eu estiver viajando na maionese, como eu te disse dias atrás, sou apenas uma suuuuper curiosa!

    CELO, tbem adoro Alan Ball… Beleza americana é um filme perfeito! Já deve ter assistido, né!? Sou suspeitíssima em falar, pois gosto muito de True Blood e sou eternamente apaixonada por Six Feet Under. Não sei se entendi bem, mas acho que vc se confundiu em meu texto, achando que Alan criou a série American Horror Story. (ou eu me confundi lendo seu comentário? rs… se for isso, desconsidere-me)
    Qto ao seriado American Horror Story, seus criadores Ryan Murphy e Brad Falchuk me surpreenderam por todos os motivos que falei acima! Tbem ouvi críticas sobre a série, mas, sou teimosa e nunca entro na onda dos críticos. rsrs Eu sempre digo que se for para eu odiar, que seja por minhas conclusões! Sou assim, tanto com seriados, como com filmes e livros! rs… Veja mesmo o primeiro episódio. Espero que vc goste. Se por acaso vc não gostar, pode vir depois brigar comigo, sem problemas! heheheheh ;)

    ResponderExcluir
  13. Eu não fico preso em rótulos também, sendo um rock/metal de qualidade tá valendo. Mas é claro que sempre temos os estilos que nos agrada com mais facilidade, eu até gosto bastante do progressivo.

    Comigo foi parecido, a primeira vez que fui a biblioteca com um tio tinha 13 anos e aquele local me fascinou de um modo que até hoje não conseguiria explicar rsrs.

    Bom, é assim que deve ser. Não importa o estilo da pessoa rsrs, o importante é ser uma boa profissional ali na sala de aula. Só espero que eu não passe por problemas parecidos com o de meu amigo rsrs.
    Isso deve ser deveras interessante. Versões instrumentais para crianças, está ai algo que eu não fazia ideia que existia.

    Eu peguei esse final da era do disquete rsrs, como as coisas mudam tão rapidamente. São poucas as séries que conheço e atualmente só estou assistindo House, mas a série parece interessante. O primeiro vídeo postado foi o que mais atiçou minha curiosidade rsrs. E realmente é difícil encontrar algo inovador dentro desse gênero, alias parece que hoje em dia tudo se copia e nada se cria.

    ResponderExcluir
  14. Olá Linda!
    Obg pela visita lá no meu estou te seguindo tambem e sempre estarei por aqui pode ter certeza...
    Seu blog é incrivel parabéns.
    Beijos
    ;)

    ResponderExcluir
  15. Oi Joicy!
    Olha, parece interessante essa série hein, apesar de terror não ser o meu tema preferido para seriados, mas acho que vou dar uma conferida nesse... hehehe
    Até, bjuss!

    ResponderExcluir
  16. Sabe que eu já vi umas coisas sobre essa série, a sinopse e tal, mas não tinha visto uma resenha sobre ela. Agora me empolguei! AMO séries! Mais uma pra a listinha.

    ResponderExcluir
  17. Oie flor, tudo bem?
    Obrigada pela visita, realmente é muito importante estarmos presentes nessa fase com as crianças.
    Adorei o post!
    Beijinhos

    Tenha um ótimo final de semana!

    vitrinecorderosa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. Adooorei *-*

    Te seguindo já!

    http://achoqueissoeamor.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. Agora me deu vontade de assisritir.
    Acho os seriados bem mais fáceis de se gostar pelo fato de que um episódio vai puxando o outro e te prendendo junto.
    Abç
    Léo

    ResponderExcluir
  20. Oi Joicy, blz por aí?
    Ah sério mesmo quetu se identificou comigo? Curioso, porque tive a mesma sensação com relação á você! Talvez isso aconteça porque temos gostos e opiniões parecidas e isso não é algo comum de se encontrar por aí!
    Bom, eu na verdade sou meio estaduanista...defendo o estado de São Paulo com todas as minhas forças rs...bom, nem tanto.;.mas amo SP foi, é e sempre será a minha cidade =).
    Então eu conheci a wicca meio que por acaso mas nuncva me aprofundei muito..curto paganismo com relação á mitologia e como foi seu papel na história mundial e como essa religião influenciou todas as outras..especialmente aquelas que tentaram destruí-la.
    Sim, vc disse tudo! O paganismo no geral e principalmente a wicca, coloca a mulher como ente de suma importância na figura da grande deusa. E isso foi algo totalmente abominado por religiões posteriores como cristianismo, judaismo e islamismo. O que é revoltante. Não sou uma femininsta extrema mas gosto do pdoer feminino e abomino essa figura submissa da mulher em várias religiões.
    E nem te conto o quanto de pessoas que já tive que aturar ladainha religiosa rs.
    Ah eu costumo viajar na maionese e comentar demais certas vezes...e faço isso bem acordada até! Mas, se não houver problema, podemos debater essas teorias e opiniões sempre! Através de nossos blogs! E em questão de música? O que vc gosta?
    bjs

    ResponderExcluir
  21. Oi Joicy, voltei.
    Lembrei que meu amigo Rafael Bandeira lá do site Fantástico Cenário (onde posto meus textos "sérios" e nerds) fez um post criticando essa série.
    Ele não gostou muito não, mas acho que é porque está de saco cheio de séries.
    Se quiseres ler o post, o link é esse
    http://fantasticocenario.com.br/2011/11/09/american-horror-story/
    Vi que também conheces a Tsu, eu a conheço já faz algum tempo, não gosto de mangás e animes, mas quando ela escreve sobre livros e filmes, daí eu apareço lá no site dela.
    Abraço, Joicy.

    ResponderExcluir
  22. Achei! A série foi tudo de bom mas muita coisa ainda ficou no ar! Eu não queria que eles tivessem morrido e nem que o Tate fosse um capiroto de marca maior! Estou no aguardo da segunda temporada! O único momento em que tive medo foi na parte que o cara diz piggy,piggy,tanto na mansão quanto em casa.Na verdade não é medo,é tensão! Quando ele levou bala do assaltante ri sem quere mesmo,foi imprevisível! Ah Ben,o cara seguiu o seu conselho,viu só no que deu? O Ben é BEM sem noção mesmo! Beijocas!

    ResponderExcluir

Olá! Faça seu comentário!

Mas, NÃO DEIXE DE LER A POSTAGEM! ;)

Sinta-se a vontade!!! Sacomé, né!? Se você leu e chegou até aqui, não custa nada comentar... :)