16 de nov de 2011

Spartacus: Blood and Sand

Hello, people!!! Depois de quase três dias sem postagem nova, retornei. Afinal, com tantos dias para descansar, por conta de feriado, a gente merece ficar só morgando a preguicinha. Não é mesmo!?

Seguinte, hoje eu falarei de algo que, como vocês já sabem, eu adoro: SÉRIE!!! (De novo!?) Sim! O assunto em questão é sobre o seriado "Spartacus: Blood and Sand" (Eu sei que não estou trazendo novidades. Mas, como já perceberam, meu blog não é sobre um tema específico. São apenas minhas impressões do que 'der na telha' de "iscrivinhá"!! Sendo assim, sigo em frente)...

Ah, queridos e queridas, relutei bastante tempo para assistir esse seriado. Apesar de aclamado pelo público, não me batia aquele feeling... 'Sacomé', né!? Tem que rolar uma química! Mas, como o feriado prolongado chegou e eu já havia visto os episódios recentes das minhas séries favoritas, diante do ócio, vi a oportunidade de conferir a série em questão. Foi então que assisti o pilot e, confesso, não gostei taaaaanto. Lá vem a história da tal química, outra vez! No entanto, fui teimosa e continuei conferindo. Assisti o segundo episódio. Resultado? Fiquei até 4:45 da madrugada de terça-feira vendo 4 episódios seguidos(minha sorte foi ter um feriado para dormir bastante e repor as energias). Será que me empolguei!? Pois é, gostei do que vi!

Spartacus se mostrou um seriado intenso!! Ouvi alguns relatos, de telespectadores, de que a séria apresentava violência excessiva. Alô!?!? Por favor! Quem espera ver GLADIADORES trocando tapinha nas costas e dizendo, com licença, por favor e obrigado, mude o programa. Quem sabe, ursinhos carinhosos... Nada contra, mas, é preciso contextualizar, antes de falar. Outros comentários 'interessantes', foram a respeito de todo o sangue que aparece durante as lutas. Aí eu li algo assim: Caramba, um arranhão e jorra todo aquele sangue. Pô, será que não entenderam a ideia!? Sim, lembra um pouquinho 300, nesse quesito, com algo meio HQ. Gostei da proposta... dos 'exageros'! O seriado tbem esbanja em sensualidade e sexualidade... Cenas de sexo rolam, solta. Não tem só aquele lance de mulher pelada, não. Muitos homens, tbem. Sim, muuuuuuiiitos... E não é só "bumbunzim" de fora non. Homens passeando, tal qual vieram ao mundo, o tempo todo... Não sou depravada, pessoal. Apenas não tenho problemas em ver essa belezura toda! rsrs *suspiros*

Então é isso... um seriado com muita nudez, muito sangue, palavrões e afins. Sim! Mas, não para nisso. Ok!? O que posso afirmar é que gostei do figurino, maquiagem... Direção de arte merece palmas. Impossível não falar da fotografia. Tem um enredo muito legal e atuações, em sua maioria, muito boas! Então, se for assistir, tire as crianças da sala, pq esse é um seriado com Classificação Indicativa de 18 anos. Confesso, que não está em minha top list de seriados, mas fiquei muuiiito satisfeita com o que vi e pra quem está atrasado em conferi-lo, assim como eu, indico que veja.

Quem acompanha a série sabe que Andy Whitfield (que fez o personagem Spartacus), foi diagnosticado com câncer e morreu há pouco mais de dois meses. Se quiser saber um pouco mais sobre essa triste notícia, é só ler a matéria Morre Andy Whitfield, protagonista da série Spartacus: Blood and Sand, postada pelo CinemaComRapadura.


Sinopse: Traído pelos romanos. Forçado à escravidão. Renascido como um Gladiador. O clássico conto do rebelde mais infame da República toma vida na gráfica e visceral nova série Spartacus: Blood and Sand. Separado de sua pátria e da mulher que ama, Spartacus é condenado ao mundo brutal da arena, onde sangue e morte são a principal diversão. Mas nem todas as batalhas são lutadas nas areias. Deslealdade, corrupção, e o fascínio de prazeres sensuais constantemente testarão Spartacus. Para sobreviver, ele tem que se tornar mais que um homem. Mais que um gladiador. Ele tem que se tornar uma lenda. [FilmesComLegenda]

39 comentários:

  1. "Então é isso... um seriado com muita nudez, muito sangue, palavrões e afins. " Interessante... Hahaha!! Eu nunca assisti... Morro de preguiça de seriados! :)

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkk... Thainara, danadjeeeeenha! Mas, como eu disse, não é só isso! Mas, adoooooooro... nham nham... porém, esse tem, além disso tudo aí, muito conteúdo! Tá, não só esse conteúdo que vc está pensando... ahhhhhh... melhor eu parar por aqui, pq minha mente está muito "depravada" hj! Como assim preguiça de seriados! É "tommmbommm!!! Sempre fui amante de filmes. De alguns anos pra cá, me tornei viciada por séries. Mas, nem todas me agradam, confesso! bjão #ProntoParei

    ResponderExcluir
  3. Joicy, como vai?
    Acho que desde 2009, quando o Dr. Manhattan passou Watchmen inteiro peladão e a civilização judaico cristã ocidental não veio abaixo por causa disso, perdeu-se um pouco (na verdade, um muito) da inibição em mostrar-se homens pelados na tela (Game of Trones é uma prova disso).
    Acho que se a história for boa e não houver enrolação desnecessária, vale a pena.
    As poucas séries que assisto são C.S.I. e Dr. House (que xinga todo mundo, mas salva vidas).
    Abraço, Joicy e até a próxima.

    ResponderExcluir
  4. Essa é uma serie emocionante e viciante, lembro q assisti ela toda em 2 dias. Além de toda beleza estetica aparente, tanto na composição de figurino quanto no sexo fetichista, a serie tem uma linha narrativa muito boa e elucida amor no meio de tanta brutalidade. Td q Spartacus faz é motivado por amor, então, no final não é só ação, tem um lado belo na historia tb. É muito triste ver o protagonista partindo dessa maneira, me doi o coração demais. Enfim... é a vida. Grande Post. Abração!

    ResponderExcluir
  5. Gostei do que li meninaaaa... Joicy eu queru ver essa serie, eu amo seriado e o meu preferido é Sobrenatural, eu amo o Dean e não gosto do Sam!! rsrsrsrs... Menina, essa questão dos 9 gatinhos, foi acontecendo, eu tinha 1 e ganhei o 2º e depois apareceu uma menina abandonada aqui, tentei castrar ela, mais já estava gravida, teve um bebê, mais como ela vivia na rua, quando vi engravidou de novo e vieram 4 que tive que entrar dentro do mato pra salvar e acabei ficando e depois me vieram com meu mais novo filho, que iriam jogar fora e meu coração não deixou e estou cá eu com 9 gatos, moro em casa e faço de tudo pra dar uma vida digna a todos.
    Mais uma família de artistaaa... que coisa legal!! Família assim é bom né!? Meus filhos são uma coisa de boa na minha vida!!
    Amei seu comentário, é bom achar gente assim que nem eu, de bem com a vida!! beijuuuus

    ResponderExcluir
  6. Essa serie é muito boa mesmo! fiquei triste ao saber da morte do ator, =//
    adorei o post! ^^

    ResponderExcluir
  7. Oi, Joicy, tudo bom?

    Primeiro quero agradecer ao comentário lá no meu tosco e humilde blog! Valeu mesmo! E não se preocupe, não é nem contra o MMA que eu tenho algo contra, afinal gosto de esportes pra lá de violentos como sinuca e cartas hahahaha! E nem falo do futebol - o Neymar que toma porrada em tudo quanto é jogo que o diga rsrs

    Eu não assisto muitos seriados não. Na verdade prefiro mesmo é um feriado ( trocadilho infame 1 - vai se acostumando); e quando você citou "seriado com nudez, palavrões e afins", além das cenas de sexo, pensei logo: "Ela poderia estar a falar de Californication!" rsrs Na verdade assisto apenas a duas séries: a citada com o Hank Moody ( "Hank" em LA, beberrão, boca suja e cheio de mulheres - ah, isso me lembra o velho Chinaski, hein?) e "Two and a Half man". Aliás, pra quem gosta, o agente Fox Mulder vez em quando aparece pelado em Californication, mas felizmente para o público masculino,para cada vez que o Hank aparece mostrando a bunda surgem umas 15 mulheres peladas na tela hahaha

    E blog assim é que é bom: escrevinhá o que vier na telha e mandar ver. Mesmo que o(a) blogueiro(a) arrependa-se depois, uai, ao menos ele(a) expressou o que estava sentindo no momento. Tem um escritor que eu gosto muuuuito mesmo chamado Fausto Wolff que dizia isso: o sentimento do escritor, no momento em que ele começa a escrever, é até mais importante que a técnica, estilo, etc. Essas coisas depois ajeitam. O importante é não perder aquele momento em que aparece uma boa ideia, uma boa sacada e daí a pessoa começa a desenvolver outras tantas boas ideias - aposto que se o Hank conhecesse certa caninha e o seu bordão, iria adorar uma "boa ideia" ( trocadilho infame 2); Vez em quando isso acontece comigo também.

    Olha, você citou uma coisa muito importante lá no seu comentário: inteligência emocional. Lembra dos velhos testes de QI? Ainda são aplicados, né? Pois, uma coisa que poucos ainda se deram conta é que temos múltiplas inteligências e infelizmente o lado emocional não é levado em consideração. Delicadeza, gentiliza, sensibilidade, nossa, tudo isso é colocado em segundo plano ou simplesmente deixado de lado para atender a essa "vida louca" em que vivemos - ditadura de horários, conexões, responsabilidades diversas. Uma pena!

    Por falar em ditadura de horário meu intervalinho tá no fim. Sabe como é vida de professor - sim, você sabe -, é pulando de um lado pra outro e assim vamo que vamo, mas sem perder a delicadeza e a gentileza. ( que tá difícil também rsrsrs)

    Bjs! E obrigado! :)

    ResponderExcluir
  8. JACQUES, olha só, esse seriado, apesar de ter super hiper mega gente pelada, não vejo como algo apelativo! Para alguns posso soar um tanto depravada, mas eu gosto muito disso, inclusive das cenas de sexo! Aliás, aproveitando uma coisa que vc falou, Game of Thrones é, digamos, fichinha no quesito nudez e sexo, perto de Spartacus. ADORO game of thrones e me senti tão deprimida qdo terminou a temporada! Gosto tanto que comprei os livros.
    Vc falou sobre enrolação desnecessária e é justamente uma coisa que gostei nesse seriado. Digamos que, apesar de haver uma ordem entre os episódios, o roteiro não se mostra repetitivo, nem cansativo. Pelo menos até agora, pois parei no ep. 6. Eu acompanhei House(como eu adoro aquele cínico! RS... ele tem um humor negro que me conquistou!!!) durante 5 temporadas e gostava demais, porém, confesso, passei a não ter mais paciência para assistir e então parei. CSI está no mesmo estilo. Assisti até a oitava temporada e interrompi as assistidas tbem. Hoje acompanho Criminal Minds(gosto muitoooo... está em minha top list), Law & Order(SVU), The Walking Dead, American Horror Story e agora, Spartacus. Caraca, me senti uma a toa agora! Hahahah... e olha que sou professora, ou seja, trabalho pra dedéu! Kkkkkk Mas, cheguei a conclusão de que preciso achar tempo para meus prazeres... :D

    CELO SILVA, meu querido amigo cinéfilo, vc descreveu a série tal qual eu penso! Justamente desse jeitinho, só não estava conseguindo achar as palavras certas... telepatia!? Rsrsrsrsrs

    JANE DOS ANJOS, definitivamente, vc é uma heroína! Tenho alguns amigos que são assim, como vc. Não podem ver um bichinho na rua que saem “catando” e levando para casa! Admirável!!! Ah, quanto ao “de bem com a vida”, se a gente não levar a vida, é ela que acaba nos levando aos trancos e barrancos, né!? Então, vamos levando e que seja com bom humor sempre... hehehe... será sempre bem vinda em meu cantinho! Bjs

    JULIA, Pois é, a morte do Ator principal foi realmente uma notícia muito triste...

    ResponderExcluir
  9. JAIME GUIMARÃES, sobre o MMA, eu sei que era “dos males o menor” em seu post... aliás, eu percebi que nem faz parte dos males citados na postagem! Como diria o poeta “o buraco é bem mais embaixo”(seria de Cecília Meirelles parafraseando Bukowski, nessa citação?!? Inclusive, sua publicação sobre as citações literárias não sai da minha cabeça...rs) Ah, continuando, meu comentário sobre o MMA foi só pra fazer um “charminho”... rsrsrsrsrs
    Qto aos seriados, qdo vc citou Hanky, antes mesmo de chegar ao “chinaski”, pensei que era o próóóóóprio, personificado! What!? rs

    Vou te confessar a mesma coisa que confessei em alguns comentários no blog, eu gosto muito de seriados que envolvem esse tipo de enredo com sexo fetichista(definição dada por um colega cinéfilo) e também com tramas do tipo abordada em Spartacus. Espero que quem ler isso não me chame de depravada!
    Diferentemente de vc, eu sou amante de seriados. Antes eu só assistia filmes. Nunca fui muito de ver TV/CanalAberto... mas, filme, sempre foi minha grande paixão!! No entanto, de uns anos para cá, meu interesse por seriados cresceu, apesar que não são todos que me agradam! No momento estou acompanhando 4: Criminal Minds(faz parte de minha top list), Law & Order(SVU), The Walking Dead(esse anda me decepcionando muito), American Horror Story(sensação do momento pra Joicynha). Ah, e tbem estou assistindo Spartacus, tema da postagem, claro! Estou orfã de Game of Thrones e True Blood(aguardando loucamente a próxima temporada das duas séries... Game of Thrones está em minha top list tbem) Como eu disse para o Jacques, me senti uma “faz nada na vida” com esse comentário, rsrsrs... até parece que não sou professora(nós trabalhamos demasiadamente). Mas, há uma justificativa, é que esse ano resolvi trabalhar somente pela manhã, mas ano que vem a vida voltará ao batidão de SEMPRE, pois voltarei à labuta do dia todo! O.O Apesar, que mesmo qdo estou trabalhando muito, dou sempre um jeito para os prazeres da vida. Tem que ter esse jeito, senão a gente surta!

    Que gafe a minha, depois do seu post, percebi que eu tinha escrito o que “der na teia” e é telhaaa!!! Erro grotesco! Hahaha... Confundi as ideias aqui!! :/ Pronto passou, meu momento “tô com vergonha”! Qto aos trocadilhos infames só tenho uma coisa a dizer, APOIADÍSSIMO! Sou adepta dessa escrita com humor. Aliás, falando em linguagem sou poliglota(Ok, baby?), falo a língua do sarcasmo e da ironia como ninguém! Então, espero que não me leve à sério, sempre! Combinado?!? Rrrssrsrs :P

    A respeito da inteligência emocional, é um caso muito sério! Todos os anos eu elaboro projetos para trabalharmos sobre isso, na escola. Apesar de imprescindível, é uma temática ainda pouco abordada. Já percebeu que, geralmente, se trabalha muito sobre valores(é o que mais temos visto, como projetos desenvolvidos e com certeza necessário), mas, raramente nos deparamos com trabalhos sobre as emoções? Saber identificar as emoções e aprender a lidar com elas é importantíssimo! O mundo está cheio de adultos com problemas, pois simplesmente nunca desenvolveram esse lado. Claro que esse problema é da família, antes de ser da escola! Todavia, infelizmente a bomba acaba estourando nessa última, antes de estourar na primeira... Isso chega no ponto que vc abordou em seu blog. O que é, realmente, uma grande pena!
    Obrigada pela visita e pelo comentário que só veio a acrescentar grandemente! Gde Bjo

    ResponderExcluir
  10. Nossa parece mesmo muito bom, quem morreu foi o ator dessa capa? a onde vc achou esse seriado?fiquei curiosa para assistir! bjus

    ResponderExcluir
  11. Joyce..

    Bacana te conhecer!!!

    Primeiro obrigada por ter passado lá em "casa".
    Gostei de te receber e espero que volte!!
    Sobre o tema..eu não assisto seriado..dificil..
    Mas minha filha de 17 anos adolescente, baixando seriados na internet para assitir.
    Mas fiquei curiosa..rs quem sabe!

    Sobre suas tatus! Lindas!!
    A Bruna diz que quer fazer..mas ela ainda é nova.. tem que pensar bastante como vc mesma diz.
    Ela usa pircing..acho um charme...

    Te espero lá em casa.. e volto..

    um beijo...

    ResponderExcluir
  12. Olá ,
    Legal seus textos. Gosto muito de lêr e encontrei nesse espaço muita coisa interessante que vale a pena lêr. Não assisti ainda a série Spartacus, mas acredito que deva ser muito interessante principalmente pelo fato que estudo História. É uma pena o ator haver falecido, mas a vida é assim fazer o quê. Gosto muito de filmes também, mas não me considero ainda Cinéfilo. Ainda os livros estão na frente.
    Estarei seguindo e acompanhando seu trabalho. Se desejar conhecer meu blog Construindo História Hoje. Fica aqui meu convite: http://www.construindohistoriahoje.blogspot.com
    Estamos ai,
    Leandro CHH

    ResponderExcluir
  13. Oi querida !

    Primeiramente quero lhe parabenizar por fazer parte de nosso grupo "blogosfera no facebook".Seja muito bem vinda e convide seus amigos blogueiros para participar. Quanto ao tema, adorei e vi parte da série, faço swordplay e tudo que lembra lutas medievais e gregas me seduz.Pena o protagonista morrer tão cedo...mas que venha mais violencia !

    Abraço.....virei ler de vez em quando...seguindo.

    ResponderExcluir
  14. Não sou fã das séries, mas gostei muito da sua redação.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  15. Olá, Joyce.

    Estou aqui esticando o dia, já é madrugada e chove lá fora. rs
    Mas tudo é um alumbramento quando o coração pulsa, apertado, disparado ou ritmado pela calmaria do que os olhos vêem. Às vezes as coisas se tornam um turbilhão em nossa mente, tentando equacionar as vivências, o sentido do que se vê e sente.
    Na postagem que você fez sobre o filme Spartacus você demonstra bem isso, a intensidade de ver, não apenas por ver sem agitar as emoções, mas compreendendo e avaliando a sina humana que todos estamos mergulhados, cada qual no seu cenário e em seu tempo.
    Obrigado pelo comentário lá no blog. A luta com o relógio biológico não é fácil.

    Abs.

    ResponderExcluir
  16. Joyce, tudo bem?
    Obrigado por ir passear lá no meu blog e fazer um comentário legal. Será sempre bem vinda.

    Eu nunca ouvi falar dessa série, vou até procurar pra ver porque você falou tão bem que paréce que vale a pena.
    Agora, pelo seu perfil escrito aqui do lado, tem um seriado que "pra mim" é o melhor de todos os tempos que se chama Californication, menina, se puder assistir desde a primeira temporada você não vai parar mais, hahahahahaha.
    Fica com Deus, você e sua familia!

    ResponderExcluir
  17. Bah, sabe que até me bateu uma ponta de curiosidade de dar uma olhada nesse série?

    Comigo também, nunca rolou "a química". Meu pré-conceito é que esse tipo de série tem todos os episódios iguais. Mas é aquela coisa: não vi de fato para saber se este pré-conceito corresponde à realidade. Aliás, esse é um erro que cometemos muitas e muitas vezes, em várias esferas da vida...

    Ai ai ai... Cá estou eu filosofando de novo, hehehehe.

    Bom, uma hora dessas, darei uma conferida em Spartacus.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  18. Oi Joicy!
    Mais uma dica de série, muito bom! Eu indico filmes, voce séries, to gostando disso!! ^^)
    Parece interessante, uma mistura de Gladiador com 300 a meu ver. O bom é que parece não ser longa, o que é bom, pois séries desse tipo são cansativas em 2 temporadas ou mais. Vou ver alguns episódios pra opinar melhor, mas valeu a dica ;D!
    Bjuss

    http://rickyoz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. Nunca vi não, mas pela sua resenha, bateu vontade de ver! Vou terminar "The walking dead" e parto pra essa!

    Ah, sobre tattoos: Não sei se você já viu essa imagem (também não sei se é montagem), mas é um tapa na cara de muita gente.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Alok, esqueci de postar o link da imagem. Dããã...

    http://www.meusnervos.com.br/wp-content/uploads/2011/10/Tattoo-01.jpg

    ResponderExcluir
  21. Ôpa!! Tem homem pelado?! Já me convenceu então, nem precisa de argumentos, cara Joicy!! Valeu pela dica, vinda de você sei que posso confiar, que como dizemos aqui "no Goiás" O trem deve sê bão mess"".. vou conferir...

    ResponderExcluir
  22. ANA CAROLINE, eu baixei do VM séries. Mas, tem alguns episódios que estão com legenda atrasada em algumas partes dos episódios. Não todos, mas algumas. A galera da comunidade oficial do Orkut disponibilizou alguns links bons. Bjks

    MA lá, olá!! Que bom recebê-la em minha “casa”, tbem! Gostei de seu blog e com certeza voltarei... Vc tem uma filha de 17 anos!? Que tipos de seriados ela curte? Olha só, eu sou super suspeita em falar, pois gosto muito de seriados... apesar de que minha primeira grande paixão é filme. Sou uma cinéfila convicta! Obrigada pelo elogio às minhas tattoos... e concordo plenamente qdo vc diz que sua filha deve pensar bastante sobre fazer tatuagens. Nessa idade em que ela está acabamos fazendo coisas, no rompante, para mais tarde nos arrependermos, né!? Ela tem muito tempo pela frente para tomar essa decisão. Ah, qto aos piercings, tbem acho um charme. Rsrs ... Super beijo e volte sempre!!

    Olá, LEANDRO! Seja bem vindo ao meu lar virtual! Fico lisonjeada pelos comentários... obrigada! Olha só, Spartacus é muito bacana. Gostei muito do enredo e, pra quem gosta de histórias épicas, vale a pena conferir! Sobre o ator, realmente uma pena... é sempre triste qdo alguém tão jovem parte, ainda mais com essa terrível doença... Tbem sou uma compulsiva por livros. Sempre falo que filmes e livros são minhas grandes paixões(Mas, filme é a maior delas)... leio compulsivamente e não falo isso para me gabar, pois é algo até preocupante, as vezes! Houve uma época que precisei parar um pouco com os livros, pois eu estava lendo até quatro livros, num mesmo período, e isso estava me causando problemas. Principalmente qdo leio a noite... isso desencadeia uma insônia desgraçada! rsrsrs... Sério! Enquanto para alguns a leitura serve para acalentar e trazer o sono, em meu caso, fico mais agitada do que sou... Volte sempre... bjs

    VICTOR VON SERRAN, obrigada por aparecer em meu cantinho... Estou adorando o grupo BLOGOSFERA NO FACEBOOK... Confesso que precisei pesquisar no tio “gúgol” o que é swordplay... caramba! Fiquei surpresa, pois nem sabia que existia! Bacana... Sobre Spartacus, estou adorando... A história é fantástica e realmente, uma pena a morte do ator. Super abraço e volte sempre!

    ResponderExcluir
  23. CADINHO ROCO, obrigada! :)

    EVALDO, vou deixar registrada minha invejinha por sua madrugada chuvosa. Pq, chuva é tudo de bom qdo estamos em casa, né!? De madrugada, então... Eu que o diga desse turbilhão. Acho que esse nome foi inventado para adjetivar minha pessoa! rsrs... Sou assim, com sentidos intensificados ao extremo!!! Obrigada por vir aqui em meu espaço e compartilhar suas ideias comigo... abçs

    ANDRE MANSIN, fico feliz em ver que agucei a curiosidade em relação ao seriado. Se conferir, espero que goste! :) Vc é a segunda pessoa a me indicar Californication... acho que terei de conferir pra ver “de qual que é” a dessa série! Heheh... Pode deixar que irei conferir a partir da primeira temporada... sou dessas! Hehehe... Grata por sua visita e espero recebê-lo mais vezes! Abraços

    BRUNO MELLO, Esse lance de química é imprescindível mesmo! Mas, confira pelo menos os dois primeiros episódios! Não se renda ao preconceito. Heheheh... tire suas conclusões! Se gostar, me diga... :) Ah, pode ficar tranquilo e se sinta a vontade para filosofar o quanto quiser... esse é o lugar! Heheheheh bjks

    RICKY, meu queridinho!!! De vez em quando eu venho com essas dicas... as vezes trago filmes tbem... aliás, minha paixão por filme é ainda maior e muito mais antiga do que por séries! Heheh... Olha só, Gladiador tem a mesma proposta de enredo, porém, bem mais intenso e provocativo... e com certeza, veremos o estilo de 300 estampado na série toda! Confira e me diga o que achou... bjs :)

    LAY SANTANA, sua linda!!! Fica então o convite para conferir... espero que goste. Qto ao link, simmmmm conheço demais! É utilizado bastante para campanhas contra o preconceito!!! Essa imagem com certeza diz muiiiiita coisa para as pessoas que se preocupam apenas com a aparência, colocando-a à frente do caráter. Muito bom! Bjão ;)

    A.C. – assim vc me mata de rir!! Aiaiai Ana, adoro esse bom humor... espero que realmente goste. É uma série, como vc diz, “é doidimaissss... tudibão messsss”!!!!!! bjoooo

    ResponderExcluir
  24. Oi, tudo bem?
    Confesso que eu também tenho um pé atrás com essa série, mas como você disse que acabou gostando muito...quem sabe...vou tentar, rs
    Estou fazendo um sorteio no meu blog, entra lá e participa!!
    http://giselecarmona.blogspot.com/2011/11/promocao-de-natal-sorteio-do-livro.html
    Beijos

    ResponderExcluir
  25. Não gosto muito de seriados,mas como eu também não sou depravada uma pontinha de interesse e curiosidade me causou...hehe Muito bom o post,gosto muito da maneira como vc escreve..bj
    .
    http://a-corujinha.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  26. Eu ainda não tive a oportunidade de ver a série, mas soube que o ator morreu. :/ Uma pena, a série era de muito sucesso!

    Obrigada por participar da promoção! Se você divulgar, ganha mais chances ein! Boa sorte. :3

    Um beijo,
    Luara - @luuara
    http://estantevertical.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  27. Oi Joyci!

    Mewww!!!
    Acredita que tenho essa série á meses aqui em casa e ainda não vi? Pois bem..sempre fiquei interessada bem no momento que lançou porque o nome me fez lembrar do clássico de Kubrick...
    Ainda estou muito curiosa para ver essa obra acontece que...me falta tempo! E sempre coloco um filme ou um anime na frente rs.
    Mas suas informações importantissimas sobre a obra me agradaram!

    AHSHASH eita então se controla menina...virar o Zombie Boy não é brincadeira não! Lembro que uma vez vi na tv um americano que se tatuou inteiro como se fosse um tigre. O cara chegou ao ponto de fazer uma plástica na boca que quando ele a avbrir ficava igual á um tigre! Dava medo...
    Eu não condeno o gosto de ninguém, porque cada um faz o que quiser consigo mesmo..eu só condeno esses emos restarts porque eles são uma coisa realmente sem noção.
    Sobre a deusa Sarah Brigthman (não consigo dizer outra coisa..ela cantando é uma voz divina!) realmente ás vezes já conhecemos algumas músicas dela..lembro que quando ouve as Olimpiadas da China eu assiti toda a abertura (perfeita!) e qual não foi a minha surpresa quando para cantar no final surgiu um renomado cantor chinês e ...Sarah Brigthmann!!!! E todo mundo ficou boquiaberto quando ela começou a cantar em mandarim!
    E vc já ouviu a música Who Wants to Live Forever?
    Eu tenho em DVD dois shows dela..um em Las Vegas (baita showzaço) e outro em Viena( dentro de uma igreja0. É de arrepiar.
    Sabe, teve cada momento naquele show...quando tocou uma música que minha mãe adora, quase chorei porque minha mãe não pôde ir no show pra ver a Sarah cantando (minha mãe também é fã dela).E quando tocou Phantom of the Opera eu e todo mundo foi ao delírio rs.
    Ah sim de fato...o blog já faz parte de uma razão de ser para mim...tenho muitas amziades sensacionais por conta dele. Claro que tenho os amigos que fiz em outras redes, mas são aqueles amigos que se tornaram de rolê, pessoas que não quero perder contato.
    É...por pouco e vc teria ido no ZW! Que pena! Mas tente ir no ano que vem! Vale muito á pena esse evento zumbi! /o/
    Ah valeu por ter curtido as minhas fotos1 Mas meu visuh sempre foi simples se comparado com os dos meus amigos!
    bjs

    ResponderExcluir
  28. Olha só se um seriado tão bem recomendado eu não vou dar uma olhada.... Em breve expressarei minha opinião sobre...rsrsrs Bjokas....

    ResponderExcluir
  29. Interessante... Nunca vi essa série... e eu assistindo glee kkkkk'

    ---
    Dever ser horrível capa de chuva no sol, heim?! Esse tempo louco de chuvas fortes de dois minutos me deixa desapontada. :T

    (:

    ResponderExcluir
  30. Oi amiga Joicy, como vc já sabe amo,amo,amo filmes-séries-livros...Como vc. Tinha visto propagandas da série na HBO, e fiquei interessada, só que como passava muito tarde, não vi...Lendo seu post o interesse voltou total... Com certeza vou conferir...Euri de vc com a história de escrever "teia", acho que naquele momento te deu na telha escrever "teia", ou deu na "teia", sei lá...(Sou a Rainha de escrever as coisas "erradas" e depois ficar com vergonha...kkkkk. Quem nunca se empolgou digitando, que atire a primeira pedra. Como sempre, adoro passar por aqui. Bjo!!!

    ResponderExcluir
  31. Oie flor, tudo bem?
    Eu ainda não assisti, mais adorei a dica.
    Flor, tem selinho pra você lá na vitrine.
    Beijinhos

    vitrinecorderosa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  32. TSU, hello!!!! Menina, se vc gosta de histórias épicas, precisa assistir! Eu “agarantcho” ... rs. Ah, essa ligação com o clássico de Kubrick é inevitável. Aliás, essa semana tenho falado muito do mestre!!! Estive conversando com alguns amigos cinéfilos, sobre o filme Laranja Mecânica, em um grupo do facebook(aliás, rolaram nomes de outras obras dele, tbem). Adoooooro...
    Sobre a questão de tempo, isso já anda me deixando pensativa. Esse ano estou com bastante tempo livre, pois decidi dar aulas apenas pela manhã, sendo assim, minhas tardes e noites estão [quase]livres. Porém, ano que vem voltarei a trabalhar o dia todo. Pq nós professores, se quisermos aumentar a renda, precisamos que ralar bastante! rsrs ... pois, como disse um dia o filósofo professor Raimundo “E o salário, ó?”... enquanto isso vou ficar aqui sonhando com a valorização de minha profissão, num futuro que não seja tão distante...
    Kkkkkkkkk... pode ficar tranquila, não correrei o risco de me transformar numa ZombieGirl(ou sim?hahaha)... que nada, desse mal eu não morro. Meu amor por tatuagens não chega a esse extremo. Sobre esse cara que parece um tigre, já vi... tem outros tbem! Mas, sabe, não acho esse lance de body modification legal. Já vi cada coisa “bizarra”! Não são do meu agrado... Mas, cadum com sua mania, né!? Tbem sou como vc, não curto, mas não condeno... cada um faz o que sente vontade! Menos qdo se refere ao restart e afins... tbem não suporto! Kkkkk Como tenho um filho ainda criança[quase um adolescente], fico pensando como será o gosto musical dele, futuramente. Espero que não invente moda de ouvir essas baboseiras... o.O No entanto, acho que desse mal não morrerei, pois desde cedo ele já demonstra o mesmo gosto que meu marido e eu, uma vez que incentivamos boas músicas em casa. É tão nítida a similaridade nos gostos, que ele já faz o próprio set list (para seu mp4) com músicas que ouvimos diariamente. Orgulho da mamy!! Hehe...
    Sobre Sarah Brigthman, ela tem a voz de um anjo... Vejo vc falar dela e acho muito legal! Então quer dizer que em casa não é somente vc quem escuta... mamãe tbem gosta!? Eita, essa paixão foi cultivada desde o berço, é!? Que bacana!!! Bjos

    LORENA FEITOZA, oi minha gataaaaaa!!! Vc vai amaaaaar!!! Pois assim como eu, vc é uma fetichista! Eita, confessei isso em “voz alta”?? kkkkkk Mas, não só pelas cenas hot hot hot, claro... olha só, a história é muito legal! Confira... :)

    (La)ize, vou falar bem baixinho “eu já assisti glee”(mas, não espalha, ok!?)... kkkkk... mas, a paciência de continuar vendo passou! Atualmente estou assistindo American Horror Story [dos mesmos criadores de Glee], que por sinal está sendo minha série favorita, no momento. Ahhh, sim... capa de chuva no sol de rachar mamona é uÓ... chuvas de 2 minutos são frequentes, nos últimos dias. :/ bjsss

    CAROL MACHADO, Oi minha amiga, fiel leitora... bom compartilharmos desses mesmos gostos. Espero que vc goste muito mesmo dessa série. Ela é tudããããão, em vários quesitos! Hehehe... Então quer dizer que vc leu minha resposta ao amigo JAIME GUIMARÃES, NÉ!? KKKKKKKKKK ... viu minha gafe!? “Der na teia”... aiaiai... depois que a vergonha passou, só consegui rir litros de mim mesma! Ainda bem que tenho vc como companheira de “micagens” com a escrita... hahahahahaha... Acho que minha empolgação atinge o ápice, sempre que escrevo. Bjããããããooo

    ResponderExcluir
  33. Olá, GISELE! Nem foi bem pé atrás que eu tive com a série… eu já esperava que fosse boa, mas não batia aquela vontade doida de assistir… sacomé, né!? rs … Se vc curte séries, indico que confira ao menos os dois primeiros episódios… bjks

    CORUJINHA, pois eu adoooro séries. Não mais que filmes, mas gosto muito! Não se preocupe com as pessoas puritanas que, porventura, chamarem a gente de depravadas! hahaha… gostar dessas peculiaridades nunca será sinônimo de depravação. Só, um gosto mais hot. rs Eu adoooooooro!

    LUARA, qdo puder, veja, vale a pena! Muito triste mesmo a morte do ator. Foi uma perda muito grande para o seriado. Ah, qto a promo, estou aqui torcendo! rs bjo

    ResponderExcluir
  34. Oi, Joicy!

    MMA foi apenas um pretexto...hahaha! “O buraco é bem mais embaixo” não é da Cecília e tampouco de Bukowski, é de Dostoievski, genial russo que escreveu “Notas do Subsolo”. Foi aí que surgiu a frase! Hahaha

    Eu te chamar de depravada? Uai, o que você acha então de um cara que assiste Californication, lê Bukowski e Dalton Trevisan e adora os quadrinhos do Crumb, sem falar que é fã de bandas como Kiss e Guns n´Roses ( antes do Axl Enrolose surtar de vez e mandar a banda embora porque tinha pretensões de fazer um som hibrido entre Elton John, ELO e Nazareth), além dos velhos e bons Stones? Depravadíssimo, mamãe adora essas minhas referências kkkkkk O que existem são preferências e ninguém tem nada com isso – apesar de todos os dias aparecerem “donos da verdade” querendo rotular nossas preferências.

    Então, sabe um ET? Já viu um ET? Pronto, espalhe para os amigos: eu não sou fã de filmes! Ohhhhh! Sério: o cinema realmente não faz minha cabeça. Pergunte qual foi o último que eu assisti, seja na sala de cinema, no DVD, no computador, em casa, na Sessão da Tarde ( existe ainda?), Festival de filmes do SBT. Eu não sei dizer, porque não consigo realmente gostar da coisa. Até a adolescência eu gostava de filmes, até assistia a alguns, mas depois o interesse foi diminuindo. Creio que eu conseguiria assistir aos clássicos – filmes que eu gostava bastante como os do Hitchcock, “Cidadão Kane”, Chaplin, etc... na verdade gosto bastante de alguns filmes que assisti há muito tempo: “Laranja Mecânica”, “Planeta dos Macacos” (original, não aquela porcaria de remake), “2001 – uma odisséia no espaço”, “O Iluminado”, com o Jack Nicholson alucinado. Ah, e obrigado por refrescar minha memória, o último filme que assisti mesmo foi a trilogia “O Chefão” (The Godfather). Só filme “véio” e bom rs – que eu acho, particularmente. Enfim, não troco um livro por um filme...rs Seria bom que eu conseguisse conciliar, mas quando tento assistir a algum filme, geralmente pego no sono – pra você ver o meu interesse no tema rs

    Olha, Joicy, até o começo deste ano (2011), eu trabalhava 60 horas semanais! Manhã, tarde e noite! :o :o :o Passei 6 anos nesta vida e posso dizer que foram altos e baixos, perdi mais do que ganhei – claro que amizades, convivência com vários colegas – trabalhei na área de tecnologia educacional e formação de professores – valeu a pena, foi bacana. Mas a estrutura da rede pública, bem você sabe. Cheguei ao meu limite e com muito atraso reduzi minha carga horária. Um pouco tarde demais para recuperar coisas importantíssimas na minha vida, mas o jeito é refazer e é a minha filosofia agora é “devagar”: não a lerdeza, mas fazer as coisas com tranqüilidade, dedicar um tempo para mim, ser mais natural, expressar emoções e principalmente dizer “não” de vez em quando, como isso faz bem! Recomendo sempre para meus colegas professores: se puder, se houver condições, reduza a carga horária. Eu tenho colegas com 80 horas semanais, acumulando aulas aqui e ali. É muita coisa, não dá.

    Daí que isso vem ao encontro da inteligência emocional. É algo que estou compreendendo, assimilando e utilizando em meu dia a dia e procurando passar algo para colegas e alunos. Eu acho que principalmente nós, profissionais da educação, precisamos atentar para essa questão porque somos muito vulneráveis emocionalmente: todas as carências da sociedade refletem na escola. E fazemos múltiplos papéis como educadores.

    Ah, mas relaxe, não tem nada “teia” e “telha”, nóis aqui é tudo gente fina, mina! Kkkk E obrigado, eu tento controlar esses trocadilhos infames e infelizes rs Então tá combinado: língua do sarcasmo e da ironia eu entendo um pouquinho também, entonce não teremos problemas rsrs

    Eu agradeço ao seu comentário aqui nessa postagem e na postagem das citações. Um dia ainda farei a compilação do que escrevem no twitter e atribuem à dona Clarice e ao seu Caio! Rsrs

    Bjs e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  35. JAIME GUIMARÃES, então essa citação é de Dostoievski!? Como não percebi antes? Droga... kkkkkkkkkkkkkkkk...
    Então, quer dizer que vc tbem é um depravado!? Bem vindo ao clube! hehehe... brincadeira... como vc disse, são apenas preferências e ninguém tem mesmo nada com isso, além de nós mesmos! Apesar que, de vez em quando aparecem mesmo esses donos da razão, com essa mania horrenda de querer impor suas tais "verdades"...
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... aiaiai ET... ops... eu quis dizer Jaime Guimarães!Qdo li seu comentário lá no RostoLivro, vim correndo no blog para ler o comentariÃÃÃÃo... Mas, ET nada, isso é questão de gosto! Olha só, eu adooooro filmes! Sou do tipo que, quando gosto muito, compro e assisto inúmeras vezes! Só os que (em minha opinião) valem a pena, claro! Tenho uma pequena DVDteca e até alguns raríssimos VHSs. Uiuiui... vc citou alguns dos melhores clássicos de todos os tempos! Kubrick é deus... adoro TODOS OS QUE VC CITOU!!!!! O sinhozinho, SEMPRE, com gosto tão refinado! O poderoso chefão, assim como os do Kubrick, fiz questão de comprar!
    Porem, tbem gosto muuuiiiitoo de livros, visse!? Confesso que não mais do que filmes, mas me gusta mucho! Estou numa fase de Ebooks(já há algum tempo). Mas, nada como sentir o livro, nas mãos... o cheiro... adoro! Aprendi com minha best friend, Karla, o quanto cheiro de livro é bom! kkkkk... sério, toda vez que vou em uma livraria, com ela, a primeira coisa que a danada faz é abrir o livro e cheirar. Peguei essa mania... De uns tempos para cá, precisei dar uma maneirada... não nas cheiradas de livros, mas nas leituras... kkkk Eu estava lendo muuuuuuito durante a noite, TODOS OS DIAS (Sabe a história do OITO OU OITENTA? Geralmente sou, sempre, OITENTA! :/)... aí quando resolvia dormir, o sono não vinha de jeito nenhum. Leitura, em meu caso, é combustível para a insônia. Enquanto muitos leem para sentirem sono, eu leio e fico elétrica.
    Adorei sua exposição sobre o excesso de trabalho. Sou efetiva, pela secretaria Municipal de Educação de Goiânia, no período matutino(até ano passado eu dobrava no turno da tarde) e passei em novo concurso(tbem pela SME Gyn), onde pretendo modular no vespertino. Já pensei em lecionar para o EAJA, noturno, uma vez que gosto muito. Mas, desisti! Pelo menos, enquanto meu filho ainda estiver pequeno, não dá. Tbem não pretendo cometer a loucura de três turnos. Acho que nenhum dinheiro do mundo compensa, qdo estamos desgatados e estressados.
    Saber que vc tbem fala a mesma língua que eu me deixou mais tranquila... apesar que eu já havia percebido isso! hahaha... Papear com vc tem sido sempre muiiiiiiito bacana!!! Bjão e excelente final de semana!!!

    ResponderExcluir
  36. OI, "prima"!
    Já viu o Spartacus em preto e branco com Kirk Douglas?

    Nem quis ver a nova versão, fiquei com medo. Acho irretocável. E você sabe que sou chato demais!

    Mas acho que o Spartacus em preto e branco... Nó! Que filme! Já vi duas vezes, ambas no corujão!

    Curiosidade: Você sabia que este escravo (Spartacus)existiu e chega a ser citado em alguns livros de história? Pois é! Ele organizou realmente uma revolução contra roma.

    Veja o filme, acaso não tenha visto!

    Abração!

    ResponderExcluir
  37. Olá, primooo! Valeu pela visita ao meu humilde 'aposento'... Nem sabia que vc tinha um blog!

    Sim, já assisti Spartacus que vc citou. É o do Kubrick, né!? Assisti uma vez há muiiiiito, mas muito tempo. Realmente um clássico que merece ser revisto.

    Olha só, eu gostei muito dessa versão do seriado que citei. Mas, nada se compara ao que vc relembrou! O mestre, como eu já disse em outro comentário aqui, deus Kubrick arrebentou com esse filme! Ainda mais pra mim, que sou fã do cara.

    A respeito da história, já li a sobre. Spartacus, o escravo que desafiou o império romano...

    hahahhaha... vc, exigente para filmes!? Vc é um chaaaato pra filmes! kkkk Mais que exigente...

    bjão

    ResponderExcluir
  38. Post antigo, mas, sem dúvida, algo que gosto muito atualmente. Assisti Spartacus uma vez somente e adorei a série, talvez porque também ame tudo que tenha haver com Grécia, Roma e Mitologia.
    Seu post só me fará apreciar ainda mais essa série. Obrigado mesmo. ^^

    ResponderExcluir

Olá! Faça seu comentário!

Mas, NÃO DEIXE DE LER A POSTAGEM! ;)

Sinta-se a vontade!!! Sacomé, né!? Se você leu e chegou até aqui, não custa nada comentar... :)