10 de mar de 2013

Lute, dance, erga-se!

Olá, queridas e queridos do meu universo blogosférico!
Antes de vocês lerem o texto a seguir, gostaria de pedir que assistam o vídeo abaixo. É curtinho e emocionante!!!
Na madrugada passada eu assisti o filme mexicano "Violet Perfume", que retrata uma história real de duas adolescentes, onde uma delas sofre abuso sexual.
Imagem daqui
Não, não é uma mega produção, mas, ainda assim, achei um bom filme e indico, pois fala de um assunto ainda muito necessário de ser discutido e principalmente, um tipo de crime que precisa ser combatido com todas as forças. 
Imagem daqui
Eu nem ia comentar sobre a película aqui, mas hoje parece que tudo o que li acabou tendo relação com o assunto "violência contra a mulher". Entrei na página da folha de São Paulo para ver as notícias do dia e li que um pai "caçou" o agressor de sua filha durante os últimos 8 anos, e mesmo sabendo que o canalha havia fugido para Portugal, continuou lutando por justiça e nesta semana, finalmente, conseguiu com que o criminoso fosse extraditado para o Brasil. O mais triste é ler ele dizendo que sua filha sofre até hoje, por conta da violência que cometeram contra ela(claro que sofre!!!). 
Imagem daqui
 
Diante disso e tantas outras notícias em relação ao tema em questão, sinto que devemos tentar fazer algo para mudar essa situação. Neste mês de março, participarei do evento Um bilhão que se ergue em Goiânia, que acontecerá dia 30/03. Vamos dar um passo adiante, na luta contra toda essa violência.
  
Para quem não sabe:
"O “Um bilhão que se ergue” (One billion rising) ou V-Day, é um movimento ativista global, realizado anualmente no dia 14 de fevereiro, para acabar com a violência contra mulheres e meninas, inspirado pela autora, dramaturga e ativista Eve Ensler, que relata ter sido fisicamente e sexualmente abusada por seu pai quando era uma criança
Teve sua primeira edição em São Paulo, sábado, dia 16/02/2013 no Museu de Arte de São Paulo (MASP). A data oficial foi mudada devido a atividades realizadas durante a semana (trabalho, escola, etc) que impossibilitam alguns cidadãos de comparecer ao evento.
O movimento teve inicio em 1998 quando uma instituição de caridade sem fins lucrativos, "V-Day", foi constituída com o objetivo de usar apresentações da peça “Os monólogos da vagina” para arrecadar dinheiro para beneficiar mulheres vítimas de violência e abuso sexual.
Uma pesquisa aponta que, no mundo há 07 bilhões de pessoas, sendo que metade são mulheres.
Uma em cada três mulheres no planeta vai ser estuprada ou espancada em sua vida, ou seja, um bilhão de mulheres.
Um bilhão de mulheres violadas é uma atrocidade.
Um bilhão de mulheres dançando é uma revolução.
Um bilhão que se ergue é:
Um ataque global
Um convite para uma dança revolucionária
Uma chamada para homens e mulheres que se recusam a participar da cultura de estupro
Um ato de solidariedade, demonstrando a indignação e a força das mulheres de todo o mundo
A recusa em aceitar a violência contra mulheres e meninas
É o nascimento de um novo tempo, uma nova forma de pensar e ser."
No mês que se comemora o Dia Internacional da Mulher, vamos nos erguer e dizer não para toda essa violência contra as mulheres. Vamos nos erguer durante todos os dias! Eu estou nessa e ao meu lado tenho dois parceiros de luta, meu marido e meu filho. Lute, dance, erga-se! Este grito não é meu... este grito é nosso!

Beijinhos...

Câmbio, desligo!

27 comentários:

  1. Oi Joyce! Tão necessário esse vídeo: forte, intenso com a possibilidade de mudança.
    Não conhecia o movimento.
    Beijo para você e seus dois parceiros de luta! Tão importante isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu me emocionei com esse vídeo, Ana Paula! O achei de uma intensidade imensa... tantos sentimentos nos olhares das mulheres ali representadas. Vamos lutando...

      bjks :*

      Excluir
  2. Minha flor,
    Fui vítima aos 3 anos de um pedófilo que quase conseguiu me violentar e depois de casada ainda sofri dois estupros. Sou vencedora assim como muitas mulheres, hoje não admito homem me tocar ou gritar comigo, a lei Maria da Penha veio ajudar, mas ainda demora muito e até acreditarem na gente, o tal do homem já nos violentou de novo, ou a um de nossos filhos ou até mesmo cometeu homicídio.
    Infelizmente.
    Bjoks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jaqueline, seu relato me emocionou demais! Vc é uma guerreira por ter conseguido passar por tudo isso... vejo que é uma mulher de garra, que não abaixa a cabeça. Uma das pessoas que eu mais amo na vida, minha mãe, sofreu abuso físico durante anos e anos da vida e eu presenciei. Ela me ensinou que eu JAMAIS deveria permitir que homem algum me subjugasse! E eu acho que deu certo...

      Estamos juntas nessa luta!

      bjks :*

      Excluir
  3. Este é um tema urgentíssimo Joicy, é como tal pede medidas urgentes. Infelizmente a impunidade ainda silencias muitas mulheres que não denunciam por medo de represálias, o que é horrível. As imagens do vídeo, que retratam a violência, são chocantes. A ideia do movimento "Um bilhão que se ergue" é muito válida e importantíssima para despertar o senso de urgência...

    Confira depois a minha resenha de "Entre os Muros da Escola", não sei se você já viu o filme, mas a temática dele com certeza lhe interessará muito: http://sublimeirrealidade.blogspot.com.br/2013/03/entre-os-muros-da-escola.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. J. Bruno, com certeza... estamos no século XXI, mas ainda é um tema que precisa de espaço. A violência ainda é grande!!!! Eu achei o movimento super válido tbem...

      Ah, adorei a resenha que escreveu sobre o filme "Entre os Muros da escola"...

      bjinhos :*

      Excluir
  4. Oi Joicy!
    É quase dificil acreditar que isso ainda exista hoje... não vejo o menor sentido nisso. Simplesmente não dá para entender o que se passa na cabeça desses que se dizem homens e batem em mulheres. Que bom que tem esses movimentos, só espero que um dia eles não sejam mais necessários.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É inacreditável, né Rick? Mas, ainda acontece e muito!!!! PRecisamos nos erguer... e os homens que são contra essa violência precisam se erguer ao lado das mulheres!!! :*

      bjs

      Excluir
  5. Joicy,
    Excelente post, vídeo sensível e causa urgente! Conte comigo , ok?
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pati, minha linda! É preciso mudar essa realidade! Obrigada... :)

      bjs

      Excluir
  6. Vídeo que merece ser visto, tema que merece ser tratado muito bem.Impressionante! beijos,linda semana!chica

    ResponderExcluir
  7. Olá, Joicy.
    É intolerável que em pleno século 21 a violência contra a mulher ainda seja tolerada ou aceita por um ou outro motivo injustificável.
    Enquanto o ser humano não se respeitar como deve, não chegaremos a lugar algum como espécie.
    Esta com toda certeza é uma ação digna de ser compartilhada.
    Vi ontem o filme A Dama na água e gostei, ele é um pouco arrastado e tem de ser assistido como uma fábula, acho que irás gostar.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jac, eu tbem acho inacreditável que isso ainda aconteça... respeito é a base de tudo!!

      Ei, então vc viu o filme? Acho que vou arriscar... quase assisti há algumas semanas. Tô quase mudando de ideia(eu sempre disse que nunca veria).

      bjks :)

      Excluir
  8. Nossa que iniciativa linda! Será que tem aqui na minha cidade?!
    Parabens pelo seu apelo é válido demais e milhares de mulheres com certeza te apoiam!
    Vou procurar saber mais!

    ResponderExcluir
  9. Vc voltou com tdo, fico feliz! Lindo post e vídeo. Bjos.

    ResponderExcluir
  10. Oi Joicy!
    Primeiramente peço mil desculpas pelo sumiço daqui. Antes estava na correria e mal tendo tempo para entrar no blog, recentemente fiquei sem internet, mas isso já foi arrumado hoje. rs

    Não conhecia esse movimento ativista, mas com toda certeza ele é muito importante. É intolerável que em pleno século XXI ainda aconteçam coisas como essa e tantas outras.

    Vou ficar aguardando detalhes sobre o evento. Pena que é longe. Mas vou ver se vai ter por aqui no Rio.

    BjO
    http://the-sook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. "Uma em cada três mulheres no planeta vai ser estuprada ou espancada em sua vida, ou seja, um bilhão de mulheres."

    Isso é inadmissível sob todos os aspectos. Muito disso se deve ao machismo, ao patriarcalismo que ainda perdura em pleno século XXI - cultura essa que também afeta aos homens que precisam "mostrar virilidade" sob a pena de serem ridicularizados pelos demais com termos como "maricas", "bicha" e "bundão que faz tudo o que a mulher manda". Isso tem que acabar.

    Rise up! E com dança, porque fica mais lúdico. ( para quem diz que o lúdico é apenas entretenimento descompromissado...)

    Bjks!

    ResponderExcluir
  12. Joicy, Leoa!
    Li tudo, assisti ao vídeo. Fiquei aqui meio parada, sabe aquela inércia que dá na gente..., mas a inércia que nos faz pensar, e essa realidade toda é terrível e iniciativas como essa, que expões coisas, que propõe outras, sempre podem ser um caminho. Mas sabemos que a violência contra a mulher é uma realidade alarmante. Li aí em cima novamente o que o Jaime colocou, e essa estatística é para deixar qualquer um pensando. E como é difícil para nós mulheres 'matar um leão por dia', ainda mais se somos presa fácil em muitos momentos. Por sorte nunca sofri nada desse tipo, nem as mulheres mais ligadas a mim, mas tenho uma filha e todo esse tema me assusta muito.

    Beijos e obrigada por partilhar toda essa energia por aqui para todos, com um tema tão importante como este!

    ResponderExcluir
  13. Joycinha,

    Não aguentei o vídeo até o final, pois senti-me no impasse de que a violência contra a mulher ocorre desde que o mundo é mundo. E não estou falando,apenas da física, mas da coação moral ou das palavras que são colocadas por qualquer ação ou omissão da mulher. Enfim, espero que os homens se secularizem e as mulheres consigam ter coragem contra abusos de qualquer natureza.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Querida amiga

    As palavras
    que semeiam o pensar
    são preciosas.
    Delas nascem sentimentos
    que nos tiram do lugar comum
    e nos fazem sentir
    o perfume
    precioso da vida.

    Olha o céu de manhã.
    Vês como brilha iluminado
    por teus sonhos...

    ResponderExcluir
  15. Lamentável quem toma estas ações quase sempre contra pessoas indefesas e em desvantagem!
    Uma luta que não deve parar...

    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Boa noite amiga doce!!!!
    Texto cheio de adjetivos...
    Feliz Páscoa!
    Que Deus o abençoe nesta Páscoa, e que essa benção dure o ano todo. Que Deus te dê toda a fé que ainda falta para tornar todos os seus sonhos em realidade. Que a sua sabedoria e amor estejam sempre presentes para guiá-lo em seu caminho. Que a luz de Cristo brilhe todos os dias para inspirar sua vida. Que esta seja uma páscoa cheia de bênçãos, com muita fé e alegria.
    Bjs com recheio de carinho !!!!!

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Querida Joicy
    Bela iniciativa,( amanhã, não?) para a erradicação desse fenômeno perverso , com dramáticas repercussões sobre os familiares( e de toda a sociedade).Como foi destacado no vídeo, não há necessidade do uso da força para subjugar o outro, meios sutis, velados, ambíguos podem ser tratados como igual violência.Além da falta de denuncias, prevenção e da impunidade, penso que há a exigência de uma política pública , com a articulação de diferentes serviços em uma rede integrada à mulher que vive em situação de violência...
    Força aêh!Vamukvamu
    Meu carinho
    Boa tarde
    Uma Santa Páscoa para vc e seus familiares
    Beijos

    ResponderExcluir

Olá! Faça seu comentário!

Mas, NÃO DEIXE DE LER A POSTAGEM! ;)

Sinta-se a vontade!!! Sacomé, né!? Se você leu e chegou até aqui, não custa nada comentar... :)