17 de out de 2013

Ocupação Câmara Municipal de Goiânia


Alguns devem ter acompanhado na mídia notícias referente a OCUPAÇÃO NA CÂMARA MUNICIPAL DE GOIÂNIA por parte dos profissionais da educação do município. Estamos em greve por melhores condições de trabalho e a ocupação se deu num dos momentos de reivindicação. Antes de qualquer coisa, vou esclarecer... entramos numa greve que foi deflagrada pela categoria, estamos sem apoio sindical algum, pois o sindicato que diz nos representar simplesmente nos abandonou e blindou o governo atual. Por que será????

Já deve ser de conhecimento de quem acompanha meu facebook que alguns vereadores do Município de Goiânia, chefiado pelo PILANTRA(com o perdão da palavra) que é presidente da câmara fizeram uma manobra ridícula e vergonhosa. Nem preciso dizer para não acreditarem em tudo o que a mídia diz, pois algumas redes de televisão distorcem totalmente o que de fato está acontecendo.

Sobre o que aconteceu durante a votação, gostaria de esclarecer algumas coisas. Pois algumas informações tortas estão circulando por aí. A verdade é que estávamos ganhando. 16 a favor e 15 contra e o tempo finalizando. O presidente da câmara que me recuso a chamar pelo nome, esperou até o ultimo segundo pq sabia que dois vereadores(que nem estavam na plenária) chegariam. Mas como os infelizes não chegaram, muitos da base aliada ficaram ligando para os mesmos e enquanto isso ele prorrogou o tempo da votação assim que viu que estávamos perto da vitória(uma vitória que seria não somente para os professores, mas tbem administrativos e auxiliares educativos!). Foi declarado que ele sempre encerra as votações qdo os presentes acabam de votar. Porém, o presidente esperou os acréscimos e qdo esses dois vereadores chegaram um votou a favor e outro contra. Atingindo 17 a favor e 16 contras. Porém um desses, já tarde demais e com o tempo esgotado pela segunda vez,  mudou o voto(alegando que havia se equivocado) na mesma hora, invertendo o placar e jogando uma parte da nossa luta pelo ralo. O presidente da câmara abusou de sua posição, prorrogou o tempo com dois minutos a mais e beneficiou o prefeito. Estávamos no limite... o difícil acesso era apenas UMA DAS reivindicações, dentre tantas outras, mas foi o que fez o saco transbordar. Estávamos cansados. As galerias estavam lotadas. O que aconteceu??? Bem, muitos colegas começaram a pular da galeria superior para a plenária, eu queria pular também. Meu marido que apesar de não ser da educação estava me acompanhando durante a votação e mais que rapidamente saltou... quando chegou ao chão foi abordado por um policial que "tentava segurá-lo"... ahhhhhh, nessa hora não pensei duas vezes. Entreguei minhas coisas para a amiga e companheira de luta e pulei tbem(nem me dei conta de que eu estava há mais ou menos 3 metros de altura do chão). OCUPAMOS A CÂMARA...e ficaremos o tempo que for necessário... Nossa luta é legítima!! 

O pedido de reintegração de posse já foi cedido. Estamos sim, vivendo momento de muita tensão. Mas, permanecemos na luta.

Amanhã cedo estaremos indo para o décimo dia de ocupação. Fiquei na Câmara, dia e noite, desde o momento da ocupação que aconteceu no dia 8/10 até hoje por volta de 13h. Precisei vir pra casa por uma questão de saúde, do contrário eu não conseguiria permanecer firme. É muita tensão! Mas, amanhã, retornarei para permanecer na luta com todos os companheiros que estão lá! 
 
Enfim, Ricardo tem sido meu porto seguro. Passou as primeiras 28 horas ao meu lado, acampado na Câmara! Tem ido para a ocupação todos os dias dar apoio ao movimento de greve. Qdo não está comigo em pessoa, pois temos um filho que também precisa de atenção, está em coração. Aliás, meu filho também tem sido um fofo, pois compreende que é um momento difícil e que minha ausência em casa tem sido inevitável e necessária nesse momento. Sem contar que a tecnologia tem sido nossa aliada!  
São tempos de luta... e enquanto alguns acham que lugar de mulher é em casa, com o marido. Eu corrijo e digo que num momento como este, lugar de marido(ou namorado) é ao lado da mulher, na luta!! Isso é companheirismo!!!! E quando tudo isso terminar... e aos profissionais da educação que insistem em aderir a tal greve de pijama, eu digo que independente do resultado, eu digo categoricamente que ao final dessa greve há algo que ninguém vai tirar de mim: minha DIGNIDADE!!

   

IMPORTANTE:

Prefeito e Goiânia em ENTREVISTA COLETIVA mentiu novamente e DESCARADAMENTE!!! Disse que todos os pontos de pauta estavam sendo contemplados no documento que nos enviou(papel que na verdade serve nem mesmo para limpar a bun**). Depois que recebemos a "proposta" sem vergonha dele, reescrevemos outro documento, pois o papelzinho que ele nos enviou estava cheio de palavras evasivas, no entanto para MENTIR mais ainda, ele disse que detalhes de semântica não fariam diferença alguma no teor das coisas (como disse um colega no grupo do comando de greve, ele só pode ser analfabeto!)... Enfim, como o companheiro Renato(do comando de luta) falou num programa de televisão local(que por sinal seria um debate, mas a Ieda [Des]leal do SINT[r]EGO não compareceu), já que o problema é apenas de "semântica", assine o documento e envie. Mas assine mesmo, senhor prefeito... não venha com essa de mandar Neyde Aparecida, ficha suja, que não tem poder algum de decisão(como ela mesmo já disse em outros momentos) para assinar por você! Assine e assuma!!!! Enfim, como foi decidido hoje em assembleia A GREVE CONTINUA!

 
Ps. Eu havia desativado o blog por tempo indeterminado... mas, acho que é um bom momento de reativá-lo!