30 de set de 2011

Educação

Aproveitando que estamos chegando no mês em que se comemora o DIA DOS PROFESSORES! Aqui vai uma imagem... triste... mas, que deve ser compartilhada!
Isso aconteceu durante manifestações na Assembleia Legislativa do Ceará...

Como escrevi para uma amiga, no facebook, essa foto só mostra-se como resultado de uma sociedade que NUNCA se preocupou, de fato, com a educação!! Muito frustrante! Continuamos na onda das falsas promessas, das falsas propagandas, dos falsos índices... números, números e mais números que não condizem com a realidade! Os únicos números que condizem com nossa realidade, são os do contracheque, como disse a professora Amanda Gurgel, num certo vídeo que circulou há algum tempo e bombou na internet...

O governador do estado do Ceará é aquele senhor, Cid Gomes, que disse: “Quem quer dar aula faz isso por amor, e não pelo salário. Se quer ganhar melhor, pede demissão e vai para o ensino privado".
O senhor Cid Gomes é um fanfarrão! Só pode estar de brincadeira, diante de um relato como esse. Trabalhar por amor, todos devemos... mas, não somos voluntários! Isso eu posso fazer num outro momento, fazendo caridade... no meu trabalho enquanto professora, quero ser tão bem reconhecida quanto os outros profissionais tbem o querem! É pra acabar com os pequis de Goiás mesmo, um relato desse, né!?
Mas, mesmo vivendo em um país onde a educação está no final de sua lista de prioridades (se é que ela consta nessa lista), no fundinho, ainda tenho esperanças! Sei lá... talvez eu seja somente uma boba sonhadora mesmo... no entanto, prefiro acreditar que as coisas ainda podem ser diferentes! Um dia... um dia... quem sabe!?

7 comentários:

  1. A verdade é que o Brasil há ainda não percebeu como é necessário que a educação se torne prioridade. Enquanto isso não acontecer, as coisas continuarão a ver navios.

    ResponderExcluir
  2. Só posso dizer que é um fato revoltante! Também sou professora.

    ResponderExcluir
  3. Joicy,

    Essa foto é mto marcante...e quem foi da época da UFG (tempos em que a revolução e utopia nos impulsionava)sofre por ter uma profissão - SIM; escolhida por amor, porém com o mesmo profissionalismo de qualquer outro ofício. A valorização é fundamental.
    Obrigada pela reflexão.
    Sucesso no blog.

    ResponderExcluir
  4. eu como professora apaixonada plenamente pelo que ensino e a quem ensino,fico perplexa quando percebo que o valor e reconhecimento nao se fazem presente.mas de verdade;eu não perco a fé racicionada.acredito todos os dias que a educação pode salvar tudo....beijo amiga querida.

    ResponderExcluir
  5. Realidade na inversão de valores!
    Não podemos nos acostumar com essas atitudes erradas dos nossos governantes...
    Não dá mais!
    obs:Parabéns pelo Blog...

    ResponderExcluir
  6. O mais triste é ter certeza de que esse não será p último caso à respeito! O pior ainda é saber que somos refens encarceirados à mercê desses bandidos de codinome politico

    ResponderExcluir

Olá! Faça seu comentário!

Mas, NÃO DEIXE DE LER A POSTAGEM! ;)

Sinta-se a vontade!!! Sacomé, né!? Se você leu e chegou até aqui, não custa nada comentar... :)