14 de fev de 2014

Será que funciona? #Parangolés, desabafos e afins...

Aí vc chega ao hospital às 12h50 para consultar com o "dotô"... a atendente deixa claro que vc é "encaixe" (quase com aquele ar de nojinho, deixando estampado de um lado a outro do hospital que sua espera será looooooooooonnnnnnnnnnga). Então, educadamente, vc abre um sorriso enorme(buscando toda a paciência que existe em seu ser) e diz "tudo bem". Ela fica meio sem graça e começa a lhe atender melhor.

Sua espera começa... e espera... espera... espera... navega na internet daqui... manda um WhatsApp dali. Depois de quase uma hora você recorre ao filminho que tem no celular(Santo aplicativo! Santa tecnologia!! Vc é dessas... já que não levou livro, a melhor escolha é o filme mesmo. A qualidade nem era tão boa, mas ficou satisfeita). Então o que vc escolhe??? "Minha mãe é uma peça". Porém, enquanto todo mundo está irritado ao seu redor, reclamando para aquela atendente que faz cara de nojinho, vc começa a gargalhar do filme. Gargalha tanto que começa a ter dores abdominais(principalmente pq gargalhar mais baixo, tendo que se controlar não é uma tarefa fácil). Então percebe que todos os olhares ao redor estão voltados para você. 

A atendente com cara de nojinho nesse momento está com cara de desespero, pois sempre encontra um paciente nada paciente(e como tinha gente impaciente naquele espaço). Ela resolve olhar a lista de espera e chega perto de todas que estão ao seu lado e começa a dizer a ordem em que as mesmas serão atendidas. E vc? Ah, vc está lá, rindo do filme, claro! Ela lhe cutuca e pergunta "Vc quer saber quantas faltam pra vc ser atendida?" Vc abre novamente aquele sorrisão no rosto, com a diferença que dessa vez tem uma lagriminha escorrendo pq está morrendo de "dar risada" da tal película e ainda educadamente diz: "Bem, com toda a sinceridade, prefiro não saber! Hoje eu resolvi não sofrer. Vim sabendo que vou esperar muito! Sou encaixe, lembra? Mas, de verdade, agradeço sua preocupação". Ela dá um sorriso amarelo e retorna pra seu local de trabalho. 

No entanto, toda espera por mais longa que seja, sempre tem um fim... e para sua felicidade, depois de assistir um filme completo e conversar com metade da galera que está na fila(ô povo carente é esse que fica na fila de espera) vc finalmente acaba sendo atendida às 16h10. Ao entrar no consultório, depois que o médico olha todos os exames e diz que está tudo bem com vc, ele pergunta "Já começou a tomar a fórmula que receitei pra TPM?" vc responde "Sim! Já". Ele retorna com outra pergunta "Está sentindo efeito positivo?". Vc mais que depressa, com aquele sorrisão, diz "Ô se estou! Super positivo!!".

Pois é... parece historinha inventada, mas não é! O que acabei de contar é uma história verídica da vida de Joicynha!!! Essa foi minha saga de hoje! Verdade verdadeira! Cheguei 17h20 em casa. Mas, estou viva... e bem... ;) e não estou estressada. E olha que ainda vou trabalhar amanhã, sábado, o dia todo! O.o Será que o remedinho é bom???

Ps. Nem vou escrever aqui que estou sumida e blablabla... Não tô sabendo muito me organizar com o blog, apesar de amar isso aqui demais! rsrsrs...

Beijinhos...

Câmbio, desligo!