30 de set de 2012

Leia para uma criança! #2 ... Vamos comemorar!?

Olá, queridos e queridas desse universo blogosférico...

Tudo bem!? Hoje a postagem é do tipo "2 em 1". Primeiro porque quero aproveitar para compartilhar um projeto super bacana e segundo pois vou aproveitar para comemorar com vocês um momento especial para o UMAS E OUTRAS.

Ano passado eu fiz uma postagem falando sobre o projeto social do Banco Itaú, chamado 'LEIA PARA UMA CRIANÇA'. Neste ano quero aproveitar para compartilhar novamente, só que dessa vez com livros diferentes.


No ano anterior eles disponibilizaram um kit de livros super bacana, GRATUITAMENTE. Eu recebi as obras dos anos 2010 e 2011 e já corri pra fazer o pedido dos que estão disponibilizando este ano... Então, fiica a dica! Aproveitem!! Essa é uma ótima forma de incentivar uma criança à leitura. Se vc é professora, professor, mãe, pai, tia, tio, dinda, dindo, vó, vô, irmã, irmão... faça seu pedido.

Os livros são:
    É super fácil!! Basta acessar o link que segue abaixo e preencher os dados.


    Mesmo que você não tenha criança em casa, faça o pedido e doe os livros para outros pequenos. Assim você estará fazendo uma ótima ação, incentivando à leitura. 

    Aproveite e partilhe esta notícia, para que muitos outros tenham acesso.

    ESPECIAL:
    Poucos sabem, mas meu blog foi criado em maio de 2008, contudo antes ele tinha outra finalidade, pois seu acesso era liberado apenas para mim. Isso mesmo, tudo o que escrevia era apenas para eu ler(mas escrevi por um período pequeno). rsrs... fiquei MUITO tempo com este espaço desativado e em setembro do ano passado(exatamente no dia 30/09), resolvi deletar TUDO o que havia escrito anteriormente retomar minha vida blogosférica, mas, com outro olhar. Foi então que mudei o nome e surgiu o UMAS E OUTRAS. Diante disso, mesmo o blog tendo surgido há 4 anos, eu considero que hoje é seu primeiro aniversário. Então, é isso... Umas e outras está completando, HOJE, 1 aninho!!! Me sinto super feliz com os leitores que conquistei e com tantos blogosféricos e blogosféricas maravilhosos que tenho como parceiros. :) 
    Imagem daqui

    Beijinhos...
    Câmbio, desligo!

    23 de set de 2012

    Hilda, a pin up gordinha, de Duane Bryers.

    Olá, queridos e queridas... 

    Acho as ilustrações da pin up Hilda, de Duane Bryers, a coisa mais lindinha de se ver e, diante da chegada da primavera, vejo que suas imagens charmosas e divertidas têm tudo à ver com essa estação, uma vez que ela que está sempre em poses descontraídas, [a maioria]ao ar livre, nos transmitindo um grande amor pela natureza.

    Hilda é uma ruivinha super linda, divertida e despretensiosamente sexy. Confesso que eu me identifiquei demais com essa lindeza(uai, pq não? 'Ruivinha', gordinha e sexy!? Sou eu, bebês!! *-* rs)! 

    Observando as ilustrações, a encontramos em situações super engraçadas e espontâneas. Então, vamos nos deliciar com essa charmosa e irreverente pin up? Confesso que diante de tantas ilustrações lindas, não consigo escolher apenas uma.

     






    Hilda foi criada em 1958 pelo artista norte americano,  Duane Bryers.

    18 de set de 2012

    Johnny Depp e sua música...

    Eu havia escrito esse texto há alguns meses para publicar no Antes que ordinárias, na sessão música. Então, resolvi trazer para vocês, queridos blogosféricos do Umas e outras, afinal a maioria dos meus leitores daqui, não são leitores de lá! :)

    Nesse post irei falar um pouco sobre os músicos que influenciaram imensamente o meu MusoDivo John Christhopher Depp II.

    Todos que somos amantes de música temos uma história para contar, sobre nossas influências e afins. Com esse excêntrico ator, que sempre deixou escancarada sua paixão por essa arte, não poderia ser diferente.
    Aôôôôôô trenzãããããão!! Imagem daqu

    Abana, pai... abana!!! Imagem daqui

    Imagine se cantasse pra mim?! Imagem daqui
    Lindo, lindo, lindo e lindo! Fico sem vocabulário(quase muda), "perto" do MusoDivo!!! Imagem daqui
    No início de sua adolescência, Depp passou a se interessar muito Rock 'n' roll(quem acompanha sua trajetória, sabe o quanto ele curte essa vertente). Interesse este que certemente se encaixava muito bem à rebeldia dos primeiros anos da adolescência.

    Tornou-se grande fã da banda kiss, que já foi tida como uma de suas favoritas. Acredito que todos já ouviram falar desse grupo, conhecido pelo seu jeito peculiar de se vestir e maquiar e sua música diferenciada. Até hoje considerado um dos grandes nomes do rock mundial.

    Ainda na adolescência John ganhou de sua mãe, Betty Sue, uma guitarra elétrica. Depois disso, um de seus desejos era se tornar um guitarrista famoso. 

    Aprendeu a tocar de ouvido, com seus discos favoritos de Aerosmith (Tendo destaque a música Seasons of Wither), Alice Cooper e Kiss.

    Imagem daqui
    Foto daqui

    Aos 13 anos formou sua primeira banda, chamada Flame, que foi a primeira dentre várias que fez parte. O garoto que era tido como a ovelha negra do colégio, por causa do rótulo de encrenqueiro que carregava, levava sua guitarra para a escola, mas sempre dava um jeito de faltar as aulas para ficar treinando com seu instrumento na sala de prática musical.
     
    Algum tempo depois, o álbum Frampton comes alive, de Peter Frampton, se tornou uma das aquisições mais desejadas de Johnny Depp. 
     
    Contudo, seu interesse mudou bastante quando seu irmão Danny o apresentou a outro tipo de música. Iniciando por Astral Weeks, de Van Morrison. 
     
    Depois disso ele começou a se interessar pelas músicas que o irmão escutava, passando a se ligar imensamente em trilhas sonoras, como do filme Laranja Mecânica, até os albuns de Bob Dylan e também obras clássicas de compositores como Brahms e Mozart.
     
    Tempos depois, quando estava com 16 anos, se tornou integrante de uma banda chamada The kids(que após algum tempo mudou o nome para Six gun method), onde ele tocou com a guitarra especial, Fender Telecast, apresentando uma técnica inspirada em Keith Richards. 
    Não resta dúvidas de que Depp era o delicinha do grupo... Imagem daqui
     Coisinha mais linda de Joicynha!!! Imagem daqui
    Com essa banda ele abriu shows para algumas bandas, mas a que marcou foi num show de abertura de Iggy Popp, pois ao término do show, Depp bebeu exageradamente e não soube se comportar, lançando palavras de insulto contra seu ídolo Iggy, que não gostou e chamou-o de "merdinha". Anos depois os dois trabalharam juntos em Cry Baby e se tornaram amigos.
    Imagem daqui
    Numa entrevista feita há alguns anos ele confessou seus gostos musicais, colocando no topo da lista: The Pogues, The Replacements, Frank Sinatra, Louis Amstrong, The Clash, The Sex Pistols, Iggy Pop e David Bowie.
     
    As informações utilizadas para compor o texto dessa postagem foram retiradas do livro 'Johnny Depp - Biografia Ilustrada', de Nick Johnstone, da Editora Universo dos Livros que eu fiz questão de dar de presente de "mim para mim"! :)
    Depp e eu... juntinhos!! Arquivo pessoal

    Beijinhos...
    Câmbio, desligo!

    13 de set de 2012

    Uma página do meu diário... UM DIA E TANTO!



     Goiânia, 08/07/2001 (madrugada)

    Querido diário... há poucas horas ainda era dia 07, primeiro sábado do mês de julho de 2001(sabe, né? Ainda não dormi...) e quero dizer que este foi um dia muito especial. Especial e, também, muito cansativo. Ufa! Finalmente chegou ao fim. Aconteceram tantas coisas!!

    Pela manhã encontrei com uma renca de gente no cartório. Sacomé, né diário do meu coração, como não casei na igreja, a galera lotou o local. Acho que pra terem certeza que o noivo, ou a noiva não iriam fugir... hhheheheheheh...). Foram alguns parentes e muitos amigos. 

    Depois de passar pelo casamento civil(manhã), foi a vez de passar a tarde inteirinha no salão, ficar lindona para ir ao festejo, durante a noite(encontrar oZamigos, aZamigas e familiares)... não foi fácil! Fiquei mais tempo do que imaginava, me embonecando. 

    A verdade é que eu quase cheguei atrasada(quer dizer, até atrasei. Mas, só um cadim). No entanto, esse não foi o problema... Marido(agora ele já é marido. Posso chamá-lo assim! Ui!!) ia me buscar para a recepção. Sim, nós chegamos juntos na festança. Quando eu ainda estava no salão de beleza, ele me ligou avisando que a desgraçada correia dentada do carro havia quebrado(isso quebra?! Nem sabia que existia uma coisa chamada correia dentada num carro, pô!). Então, ele me disse isso e eu desesperei, pois já estava anoitecendo e não tínhamos outra forma de locomoção. Pensei: "Ah, Ricardo vai encontrar uma ótima solução". Tentei me acalmar, mas foi quase impossível.

    Quando cheguei em casa, toda embonecada, estava tudo uma muvuca. Minha casa estava revirada de pernas para o ar. Minha mãe, meu pa[i]drasto, minha sobrinha Natália(está tão linda!) com sua mãe, meu irmão... todos vieram para meu casório. Você sabe, eu estou acostumada a ficar maior parte do tempo sozinha, durante os 4 últimos anos que moro aqui em Goiânia e ter minha casa tão cheia assim foi estranho. Mas, ao mesmo tempo foi muito bom ter meus amados pertinho, num dia tão especial.

    Continuando... Sabe como é, né diário!? Eu estava com meu vestidoooo lindo e maravilhoso, toda linda, cheirosa, make up perfect... ou seja, eu estava perfeita para meu dia perfeito! Quando chegou o horário do noivo me buscar, ele subiu, olhou pra mim e disse: "Olha, eu vim no carro do meu pai". Pensei: Ah, ok. Deu tudo certo! Vamos de 'uninho'. Tá bom demais... pois comigo não tem dessas coisas! (Mas eu só pensei. Não disse em voz alta.) Você NÃO VAI ACREDITAR, querido diário. Quando cheguei no carro, me deparei com o TROVÃO AZUL. Lembra do Trovão azul? Acho que não lembra... pois, nunca lhe falei sobre o trovão. É o seguinte, diário, o Trovão Azul é o Passat 77 que meu sogro usa para fazer suas viagens pra roça. Pense em como eu fiquei!? Ele carrega tudo o que era "trenheira" no danado! A verdade é que eu sempre soube que o Ricardo tinha plena paixão pelo TROVÃO AZUL, pois o sonho dele era ganhar aquele carango de presente, do pai. Pensando bem, fico imaginando se ele não quebrou a desgraçada correia dentada com os dentes só pra ir no trovãozão, porque não tem "cabidura", não há outra explicação para ele chegar com o Passatão pra me levar ao MEU casamento! Respirei... respirei e depois de respirar muito, comecei a rir da situação. Então cheguei à conclusão que eu iria de trovão mesmo. Pq à pé é que eu não iria. O problema é que eu não podia sequer encostar no dito cujo, caso contrário meu vestido marfim chegaria azulim! 

    Enfim, querido diário, chegamos ao casamento, de trovão azul. Tudo deu certo, no final das contas. Encontramos todas as pessoas queridas, na festa. Me diverti muito! Só me arrependo amargamente de não ter tirado fotos ao lado do trovão, com o maridão. hahahahahah

    Finalmente, estou aqui escrevendo em vc, nesta madrugada pós festança, provando que depois da correria do casório, não tem rala e rola. Quem diz que consegue ter muito fogo pra comemorar, depois de um dia cansativo como este, de duas, uma: ou está mentindo, ou é uma 'heroína'. Por isso, me despeço dizendo que vou dormir. zzzzzzzzZZZZZZZzzzz

    Beijinhos... 
    Câmbio, desligo!


    Essa postagem é minha participação na Blogagem Coletiva "Uma página do meu diário" que comemora os 3 anos do aniversário do blogue Diários de Bordo, da Alê Lemos. Confesso que nunca tive um diário, mas se tivesse, o relato acima certamente estaria nele. Quero agradecer à Alê pela proposta de Blogagem. Foi uma delícia recordar um dia tão maravilhoso!
    Ps. À partir de amanhã estarei retomando as visitas aos blogs parceiros! 

    8 de set de 2012

    Umas e outras que acabam com a gente!!

    Depois de um longo agosto... finalmente vem o mês de setembro com um feriadinho para dar aquela amenizada na correria. 

    Joicynha se prepara para curtir naquele estilo que ela adooooooora(é justo!). Quinta feira faz planos, se prepara para uma sexta feira muito bacana, mas, quando acorda o que acontece?!!?!? Ela levanta acompanhada de uma baita indisposição. Corpo dolorido e uma ziguibira danada. Vivi, literalmente, uma vida de "rainha". Definitivamente, esse relato se encaixa perfeitamente na frase "Umas e outras que acabam com a gente!"...
    Oh vida!!!!

    Foi isso que aconteceu comigo! Como brinquei no RostoLivro, viver uma vida de "rainha/rei" é mais fácil do que se possa pensar, basta pegar uma virose.

    Eu estava preparando uma postagem para poder falar sobre coisas que preparei para realizar durante esse feriado. Mas, ontem que seria o primeiro dia, só foi possível ficar na cama. Dormi muito, levantei algumas vezes(vou poupá-los dos detalhes...), quase não me alimentei(como, se não conseguia?!), entrei algumas [poucas]vezes no RostoLivro, dormi de novo... até o final da tarde(acordei um pouco melhor). Foi quando marido chegou e me chamou para irmos à casa de uns amigos. Pensei! Sua virose danada, você saia desse corpo que não lhe pertence. Resolvi aceitar a proposta e fui. Cheguei lá, papeei tantão, mas acabei ficando deitada na rede a maior parte do tempo. São amigos MUITO amigos, então, sacomé, né!? Já sou de casa... eles entenderam.

    Como já estou um "cadão" melhor(só um leve mal estar), vou seguir a programação... irei ao Festival Vaca Amarela que está acontecendo desde o dia 4/09. Hoje terá Ratos de Porão e vamos aproveitar pra encontrar "oZamigos"! O evento acontecerá aqui pertinho de minha casa.


    Então é isso... meu feriado começou péssimo, mas, como sou osso duro, ficaremos nessa quebra de braço até o final dele. Vamos ver quem vencerá! 

    Beijinhos...

    Câmbio, desligo!

    1 de set de 2012

    Marcas na pele... forever! #3

    Os leitores do Umas e outras já sabem de minha paixão por tatuagem, né!? Inclusive já fiz algumas postagens falando à respeito disso. Clique no título à seguir e você poderá saber um pouco mais sobre essa minha paixão e algumas dicas importantes para quem deseja fazer alguma tatuagem: Marcas na pele... forever.

    Hoje, falarei novamente sobre essa temática, mas dessa vez não será sobre mim. A postagem foi feita com a finalidade de apresentar uma super querida amiga, Helaine Paula.

    Colocarei aqui um texto que ela enviou para mim, tempos atrás, quando decidi fazer essa postagem. Achei interessante publicar algo sobre o cotidiano dela, para que possam entender que tatuados não são "bichos de sete cabeças", mas, sim, pessoas comuns(tá, não tão comuns assim. rsrsrs) que vivem a vida como a maioria das pessoas. Pois, por incrível que pareça, mesmo estando no século XXI o preconceito ainda acontece(mais do que imaginamos). 
    "Bem, sou Helaine, pedagoga e trabalho em sala de aula há 27 anos, os quais me proporcionaram uma relação de afetividade intensa com a profissão que me escolheu!!! Já trabalhei com todas as séries do Fundamental e Educação Infantil. Alfabetizei por 23 lindos anos. Fui coordenadora em Educação Infantil, mas confesso que prefiro a sala de aula. Hoje trabalho com alunos de 4º e 5º ano e amo estar com eles, pois são provocativos, e desafios me fazem bem!
    Tenho uma rotina, como outra pessoa qualquer, que trabalha de “sol a sol”, mãe de uma pequena grande família. Tenho uma filha, hoje com 24 anos, a Larissa, que se prepara para ser atriz, cursando Artes Cênicas na Universidade Federal de Goiás. Mas, dentro dessa rotina, sempre encontro um jeitinho para curtir outras atividades que me fascinam. Amo viajar, e estou sempre envolvida em eventos e viagens com meu namorido.
    Amo de paixão a arte no corpo, especificamente as tatuagens. Tenho 60% do corpo tatuado, participo sempre de convenções sobre esse tipo de arte. Participei do 1º Miss Tattoo Goiânia, em 2010, no qual conquistei o 2º lugar (com gostinho de 1º), participei da 2ª edição da Revista Tattoo Gyn no mesmo ano.

    Divido meu tempo corridíssimo, e dedicando também à música. Sou tecladista em uma Banda Black Metal (Banda Maldição), que trabalha uma atmosfera mística, melódico/sinfônica, que me atrai muito. Além de acompanhar os shows e trabalhos da Horda Heia, que tem como líder meu querido namorido Henrique e na qual devo fazer uma participação no próximo cd.

    Música me fascina. Amo Rock n’ roll. Ouço Heavy metal, Black metal e me atento a outros estilos. Gosto demais de MBP, da música nacional (Raul Seixas, Titãs, Engenheiros do Hawai, Oswaldo Montenegro, Marisa Monte... e muitos outros, principalmente a música dos anos 80, que para mim foi “a década” na música nacional), e quando posso me ligo também na arte regional, que também merece ser valorizada. Estou sempre de olho em eventos culturais: shows, exposições, livros, teatro, atividades circenses (na qual tenho vários amigos).


    Dedico meu tempo reservado à leitura voltada a assuntos relacionados à educação e revistas que para mim “refrigeram” o ato de ler com textos em revistas como, Super Interessante, Mundo Estranho (pois gosto de levar informações diversas e curiosidades aos meus alunos). Mas, também leio autores diversos... O livro que me acompanha desde a adolescência e que leio e releio, pois nele existem citações que vira e mexe se encaixam em experiências vividas por nós, é O Profeta, de Gibran Khalil Gibran (que amo), escritor libanês maravilhoso. Também do mesmo autor já li: Almas rebeldes, O precursor, O louco, As ninfas do vale, Uma lágrima e um sorriso, Asas partidas.

    Como projeto de vida, desejo continuar exercendo minha profissão no meu melhor e dar continuidade a todos os projetos nos quais estou envolvida. Dedicar-me sempre à minha pequena grande família, meu relacionamento (casamento por perto, rss).
    Sonhos??? Infindos... "
    Depois desse completíssimo texto há pouco para ser acrescentado. Só digo que a Helaine é do tipo de mulher maravilha. Uma pessoa que todos gostam de ter por perto, com um astral elevadíssimo, linda por dentro e por fora. Só nos encontramos nos "roques" da vida, mas a sintonia que temos nesses momentos é imensa.

     Para finalizar a postagem, deixo aqui algumas fotos dessa querida.

    De cara limpa...

     Um charme!

    Muitas marcas na pele... arte!

     

    No Miss Tattoo Goiânia...

    Sempre estilosíssima!

     Seu lado musical...
    Todas as fotos anteriores são parte do arquivo pessoal de Helaine.
    Helaine, meu marido, meu filho e euzinha, na Convenção Tattoo Rock Fest 2012

    Finalizo com um agradecimento à querida Helaine, por permitir que eu mostrasse um pouco dela aqui no Umas e outras. Continue assim, sempre autêntica.

    Aos leitores, sintam-se à vontade... se você gosta de tattoos, comente. Se não curte tatuagens, comente também... pois todos os comentários serão bem vindos, desde que sejam escritos com respeito.

    Beijinhos...
    Câmbio, desligo!